Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

ARRECADAÇÃO

Estado fecha contas do semestre
com superavit de R$ 1,4 bilhão

Apesar do desaquecimento da economia e dos efeitos da greve em maio, MS teve alta de 16%

28 JUL 18 - 06h:00DA REDAÇÃO

Mesmo com o desaquecimento da economia nacional, Mato Grosso do Sul fechou o primeiro semestre deste ano com as contas superavitárias, em R$ 1,459 bilhão, conforme dados do Portal da Transparência estadual. O total arrecadado no período foi de R$ 7,107 bilhões e as despesas liquidadas somaram R$ 5,648 bilhões. 

O valor arrecadado de janeiro a junho de 2018 é 16,64% maior que o montante do mesmo intervalo do ano anterior, de R$ 6,093 bilhões. Conforme o Portal da Transparência, apenas com o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS), o governo arrecadou, neste primeiro semestre, R$ 4,093 bilhões, valor 11,50% maior que os R$ 3,617 bilhões proporcionados pelo tributo entre janeiro e junho de 2017. 

O ICMS representou o equivalente a 50,05% do que entrou nos cofres do governo estadual no período. Uma queda neste tributo pode vir a ocorrer no fechamento das contas do mês de julho, como possível reflexo da paralisação dos caminhoneiros, que causou menor movimentação de mercadorias e desabastecimento de produtos no Estado. No fim de maio, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) chegou a divulgar estimativa de perda de R$ 130 milhões em ICMS para o Estado como impacto da greve dos caminhoneiros.

* Leia a reportagem, de Daniella Arruda, na edição deste sábado/domingo do jornal Correio do Estado.

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Pequenos negócios criaram 95% das vagas em julho, diz Sebrae
ECONOMIA

Pequenos negócios criaram 95% das vagas em julho, diz Sebrae

BC aumentará uso de reservas internacionais para intervir no câmbio
ECONOMIA

BC aumentará uso de reservas para intervir no câmbio

HABITAÇÃO

Governo diz que 177 mil moradias já foram contratadas este ano no País

ECONOMIA

Mercosul concluiu acordo comercial com países do Efta, diz Bolsonaro

Mais Lidas