Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

ECONOMIA

Especialistas temem que crise chinesa afete o Brasil

Abalo em mercado chinês pode ter efeito duradouro sobre a economia mundial, caso se prolongue

29 AGO 15 - 20h:00AGENCIA BRASIL

A queda das ações chinesas, que abalou o mercado financeiro global nas últimas duas semanas, pode ter efeito duradouro sobre a economia mundial, caso a crise se prolongue. Segundo especialistas, se o estouro da bolha acionária no país asiático acarretar a desaceleração da segunda maior economia do planeta, países exportadores de bens agrícolas e minerais, como o Brasil, serão os mais prejudicados.

Apesar da volatilidade dos últimos dias, os economistas dizem que ainda não está claro se o tombo das ações de empresas chinesas foi apenas um movimento de correção ou se representa uma tendência duradoura. Embora tenha caído 37,4% desde meados de junho, o índice da Bolsa de Xangai acumula valorização de 48,2% nos últimos 12 meses. Além disso, as famílias chinesas aplicam cerca de 20% do patrimônio em instrumentos financeiros, percentual considerado baixo em relação a outros países.

“Os efeitos da crise chinesa dependem de esclarecer se a queda no mercado de ações é apenas um episódio ou significam que o ciclo de crescimento induzido pelas exportações e pelos investimentos está chegando ao fim. Isso a gente ainda não sabe”, afirma o vice-presidente do Conselho Federal de Economia (Cofecon), Júlio Miragaya. “Mesmo com a queda nas exportações, a China pode continuar a crescer fortemente se conseguir aumentar o consumo interno.”

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Novas variedades e safra recorde de soja são anunciadas durante feira agropecuária
SHOWTEC

Novas variedades e safra recorde de soja são anunciadas durante feira agropecuária

Indústria chinesa de processamento de milho começa a operar em outubro
EM MARACAJU

Indústria chinesa de processamento de milho começa a operar em outubro

Em Davos, governo encontra investidores para oferecer projetos, incluindo o 5G
FÓRUM ECONÔMICO MUNDIAL

Em Davos, governo encontra investidores para oferecer projetos, incluindo o 5G

Orçamento de 2020 prevê 51,3 mil vagas em concursos federais
BRASIL

Orçamento de 2020 prevê 51,3 mil vagas em concursos federais

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião