Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

IMPOSTO TERRITORIAL RURAL

Entrega da declaração do ITR começa nesta segunda-feira

Receita espera receber 5,7 milhões de declarações

11 AGO 19 - 14h:40DANIELLA ARRUDA

A Receita Federal disponibiliza nesta segunda-feira (12), a partir das 8h, o programa da declaração do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (DITR) referente ao exercício 2019. O prazo para a entrega da declaração referente ao exercício de 2019 vai até as 23h59min59s (horário de Brasília) do dia 30 de setembro.

Conforme a Instrução Normativa nº 1902, está obrigada a apresentar a declaração a pessoa física ou jurídica, exceto a imune ou isenta, proprietária, titular do domínio útil ou possuidora a qualquer título do imóvel rural. A apresentação também é obrigatória para a pessoa física ou jurídica que, entre 1º de janeiro de 2019 e a data da efetiva apresentação da declaração, perdeu a posse do imóvel rural ou o direito de propriedade, pela transferência ou incorporação do imóvel rural ao patrimônio do expropriante. 

Em 2018 foram entregues 5.661.803 declarações do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural. A expectativa é que, neste ano, sejam entregues 5,7 milhões de declarações.

 

COMO DECLARAR

A DITR deve ser elaborada com uso de computador, por meio do Programa Gerador da Declaração do ITR que será disponibilizado na página da Receita Federal (rfb.gov.br). Ela pode ser transmitida pela Internet ou entregue em uma mídia removível nas unidades da Receita Federal.

A multa para quem apresentar a declaração depois do prazo é de 1% ao mês ou fração de atraso, lançada de ofício e calculada sobre o total do imposto devido, não podendo seu valor ser inferior a R$ 50,00. Se, depois da apresentação da declaração, o contribuinte verificar que cometeu erros ou omitiu informações, deve, antes de iniciado o procedimento de lançamento de ofício, apresentar DITR retificadora, sem interromper o pagamento do imposto apurado na declaração original. A DITR retificadora tem a mesma natureza da originariamente apresentada, substituindo-a integralmente.

O valor do imposto pode ser pago em até quatro quotas iguais, mensais e sucessivas, sendo que nenhuma quota pode ter valor inferior a R$ 50,00. O imposto de valor inferior a R$ 100,00 deve ser pago em quota única. A quota única ou a primeira quota deve ser paga até o dia 30 de setembro, último dia do prazo para a apresentação da DITR. 

O imposto pode ser pago mediante transferência eletrônica de fundos por meio de sistemas eletrônicos das instituições financeiras autorizadas pela Receita Federal a operar com essa modalidade de arrecadação ou por meio de Documento de Arrecadação de Receitas Federais (Darf), em qualquer agência bancária integrante da rede arrecadadora de receitas federais. (Com informações Receita Federal)

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Mulher de barão do carro apela por ajuda de Bolsonaro

Vereadores discutem políticas pelo acesso ao 1º emprego de jovens
CAMPO GRANDE

Vereadores discutem políticas pelo acesso ao 1º emprego de jovens

ECONOMIA

Caixa e Banco do Brasil iniciam pagamento de cotas do PIS/Pasep

Sem aval da União, Campo Grande está impedida de fazer empréstimo
RISCO

Sem aval da União, Capital está impedida de empréstimos

Mais Lidas