Campo Grande - MS, terça, 21 de agosto de 2018

SERASA

Em Mato Grosso do Sul, inadimplência
atinge 25% das empresas

Com 55 mil empresas devedoras, Estado tem a 4ª maior variação do País

19 JUL 2017Por DA REDAÇÃO07h:00

Um dos efeitos de uma recessão econômica é o aumento considerável no índice de inadimplência. No entanto, não é só o consumidor que não está conseguindo fechar as contas.

Levantamento da Serasa Experian aponta que, até maio deste ano, em Mato Grosso do Sul a inadimplência atingia cerca de 25,5% das empresas.

Das 216,3 mil empresas constituídas, segundo dados da Junta Comercial de Mato Grosso do Sul (Jucems), o total de 55,044 mil empresas estão inadimplentes.

O volume corresponde a um aumento de 14,7% em comparação ao mesmo período do ano passado, quando o índice de inadimplência era de 47,989 mil empresas. Ou seja, em 12 meses, o estoque de empresas devedoras ganhou 7,055 mil novos Certificados Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJs), quarto maior aumento de todo o País.

Para o economista Sérgio Bastos, essa alta do número de empresas devedoras está diretamente ligado à queda no volume de negócios, em função do prolongamento da crise.

“Houve um período de expectativa que a crise fosse ser superada. Esperava-se o início dessa recuperação no ano  passado, e isso não aconteceu. Estamos no meio de 2017 e nada ainda”, disse.

*Leia reportagem, de Renata Prandini, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

 

Leia Também