Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

BRASIL

Eletrobras lança plano de demissão para 1.681 funcionários

11 OUT 19 - 22h:00AGÊNCIA BRASIL

A Eletrobras anunciou hoje (11) o lançamento de um Plano de Demissão Consensual (PDC), com a meta de desligar 1.681 colaboradores de todas as empresas do sistema: CGTEE, Chesf, Eletronuclear, Eletronorte, Amazonas GT, Eletrosul e Furnas, além da própria holding. De acordo com a companhia, o plano representará economia de R$ 510 milhões ao ano.

O PDC foi aprovado pela Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (Sest) e faz parte do Plano Diretor de Negócios e Gestão (PDNG) para o período de 2019 a 2023.

Segundo a Eletrobras, a adesão dos empregados ocorrerá até o dia 14 de novembro. Os desligamentos serão em turma única no dia 13 de dezembro deste ano. Podem aderir ao PDC empregados aposentados ou em condições de aposentadoria pela Previdência até 31 de dezembro de 2019, anistiados, empregados em função de secretária(o) ou de nível fundamental e lotados em unidades operacionais desativadas ou em automação.

Este é o segundo PDC lançado este ano. Sua validade é para o exercício de 2019. A Eletrobras permitirá a troca da assistência à saúde por dinheiro, mediante quatro opções de pacotes para escolha do empregado. Há ainda possibilidade de desistência do PDC, após a adesão, até 15 dias antes do desligamento, informou a Eletrobras.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Dólar tem maior queda em quase dois meses e bolsa bate recorde
ECONOMIA

Dólar tem maior queda em quase dois meses e bolsa bate recorde

Gás de cozinha fica R$ 5 mais mais caro em Mato Grosso do Sul
CUSTO DE VIDA

Gás de cozinha já está R$ 5 mais caro em Mato Grosso do Sul

Saques do FGTS movimentam <br>R$ 14,3 milhões em dois dias
ECONOMIA

Saques do FGTS movimentam
R$ 14,3 milhões em dois dias

Gás é reajustado pela Petrobras e preço pode ultrapassar R$ 100 em MS
BOTIJÃO DE 13 QUILOS

Gás de cozinha terá aumento e preço pode ultrapassar R$ 100 em MS

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião