Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

MOEDA AMERICANA

Dólar fecha a R$ 3,86, de olho em cenário no Brasil

Na semana, a moeda subiu 7,68%; no ano, há alta acumulada de 45,2%

4 SET 15 - 18h:00G1

O dólar fechou em forte alta nesta sexta-feira (4), em meio às persistentes incertezas envolvendo o cenário político e econômico interno e após os dados do mercado de trabalho dos Estados Unidos mostrarem números que reforçaram visões de que os juros podem subir neste ano naquele país.

A moeda norte-americana subiu 2,68%, a R$ 3,8605 para venda. Veja cotação. Esta é a maior cotação de fechamento desde 23 de outubro de 2002, segundo a Reuters. Também foi a maior alta diária desde março, quando, no dia 13, o dólar subiu 2,77%, a R$ 3,29.

Na semana, a moeda subiu 7,68%. No mês e no ano, há alta acumulada de 6,43% e 45,2%, respectivamente.
 
Segundo Alex Agostini, presidente da agência de classificação de risco Austin Rating, a maior cotação do dólar desde o surgimento do real foi registrada no dia 22 de outubro de 2002, quando o dólar Ptax (taxa calculada pelo Banco Central) fechou a R$ 3,9552.

“Não há registro na história de dólar a R$ 4 no país”, diz Agostini, destacando que o dólar Ptax é a taxa oficial calculada diariamente pelo BC e principal referência para contratos cambiais.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

GÁS NATURAL

Petrobrás faz a maior descoberta desde o pré-sal, em Sergipe e Alagoas

Melhoramento genético é proposta para elevar qualidade do rebanho
PECUÁRIA DE CORTE

Melhoramento genético é proposta para elevar qualidade do rebanho

Trabalhadores têm até 28 de junho para sacar abono salarial
ANO BASE 2018/2019

Trabalhadores têm até 28 de junho para sacar abono salarial

Indústria de calçados emprega <br> 1,7 mil pessoas em MS, diz Fiems
FEIRA

Indústria de calçados emprega 1,7 mil pessoas em MS

Mais Lidas