Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

12 DE MAIO

Dia das Mães deve movimentar <br>R$ 192 milhões na economia de MS

Gastos serão divididos entre comemorações e presentes
25/04/2019 18:42 - GLAUCEA VACCARI


 

Gastos com presentes e comemorações de Dia das Mães deve movimentar R$ 192,51 na economia de Mato Grosso do Sul, segundo aponta pesquisa de intenção de consumo divulgada hoje pelo Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento Fecomércio.

Comemorado no segundo domingo do mês de maio, o Dia das Mães neste ano será no dia 12 do próximo mês. Conforme a pesquisa, do montante total, R$ 110,41 milhões devem ser gastos com presentes e R$ 82,1 milhões com comemorações.

Entre a população que pretende comprar presente, a maioria é para as mães, que devem receber lembrancinhas de 67,73%, seguida pelas sogras (9,96%), esposas (11,76%), avós (7,61%), filhas (2,35%) e madrinhas (0,6%). Preferências de presentes são roupas, perfumes e cosméticos, bolsas e acessórios. 

Compras devem ser feitas preferencialmente em lojas do centro, com pagamento em dinheiro. Preço, condições do produto e atendimento serão os principais quesitos levados em consideração para a decisão de fechar a compra. 

Já com relação as comemorações, 41,15% dos sul-mato-grossenses pretendem participar de festividades para celebrar a data Alimentação em casa é preferência da maioria, com 59,64% afirmando que irá fazer o almoço ou jantar para as m~es na residência.

Também entram nas comemorações as viagens, que é opção para 0,85% dos moradores do Estado. 

Felpuda


Em uma das eleições em MS, candidato já oficializado na convenção corria o trecho para conquistar os eleitores. Mal sabia, porém, que time do seu partido e de aliados estava tramando sua derrubada para emplacar substituto que teria mais votos. Por muito pouco, o dito-cujo não foi guilhotinado, conseguindo salvar o pescoço. Agora tudo indica que o mesmo processo estaria em andamento e seria mais fácil, pois a “vítima” desta vez ainda é só pré-candidato. Dizem que a “turma da trairagem” tem know-now no assunto.