Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, domingo, 18 de novembro de 2018

ALIMENTAÇÃO

Depois de duas altas, cesta básica fica mais barata na Capital em maio

Tomate e banana tiveram maiores quedas no preço e batata a maior alta

6 JUN 2017Por GLAUCEA VACCARI16h:57

Cesta básica ficou mais barata no mês de maio em Campo Grande, depois de registrar duas altas consecutivas. Preço caiu de R$ 402,19, registrado em abril, para R$ 395,11 no mês passado, conforme levantamento divulgado hoje pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Conforme o levantamento, Campo Grande teve a sexta com maior redução entre as capitais do país, com variação de -1,76%. Em dinheiro, queda foi de R$ 7,08, sendo a 16ª mais barata entre as capitais.

Seis produtos tiveram redução no preço, sendo o tomate o teve queda mais significativa, de -11,51%, seguido pela banana (-10,79%). Também ficaram mais baratos o óleo (-4,40%), açúcar (-4,29%), carne (-1,32%) e farinha (-1,25%).

Já entre os itens que aumentaram, batata teve a maior inflação, de 9,62%. Outros produtos que aumentaram foram o feijão (7,02%), arroz (3,25%), manteiga (2,01%), café (1,96%), pão (1,12%) e leite (0,58%).

Trabalhador que recebe um salário mínimo, de R$ 937, precisou comprometer 45,83% dessa renda para adquirir a cesta básica.

De janeiro até maio, cesta básica acumula retração de -3,17% na Capital. Em relação aos últimos 12 meses, queda é de -1,62%.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também