Campo Grande - MS, domingo, 19 de agosto de 2018

COMÉRCIO

Cresce número de pessoas com nome negativado em Campo Grande

Economista avalia que situação não deve melhorar nos próximos meses

29 JUN 2017Por GLAUCEA VACCARI17h:01

Índice de Negativação do Comércio aumentou no mês de maio, com indicador de 35 pontos, três pontos acima do registrado em abril e dois em comparação ao mesmo período do ano passado, conforme apurado pela Associação Comercial e Industrial de Campo Grande (ACICG).

Economista-chefe da ACICG, Normann Kallmus, situação ainda não é considerada crítico, mas consumidor deve se atentar e não se deixar levar pela vontade de faturar mais.

“É melhor não vender do que vender e não receber. É necessário considerar que não existem indicações de uma retomada mais efetiva dos níveis de emprego nos próximos meses, o que aumenta o risco de inadimplência”, disse.

Conforme o levantamento, Índice de Recuperação de Crédito (IRC) também aumentou, atingindo 45 pontos, dez acima do mês de abril. No entanto, economista avalia que aumento não foi suficiente para reduzir a massa de inadimplentes.

“Registramos em maio um aumento superior a 2.200 títulos no estoque de inadimplidos, enquanto em maio do ano passado houve uma redução de estoque de 4.400 títulos. No ano, já registramos um crescimento no estoque de inadimplidos de 6.700 títulos”, informou Kallmus.

Movimento do comércio também tem sido fraco nos últimos meses. Segundo o economista, nem os recentes saques das contas inativas do FGTS, nem as datas comemorativas têm auxiliado na retomada do movimento de forma satisfatória em Campo Grande.

Leia Também