Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

BRASIL - PARAGUAI

Comitiva faz vistoria para construção de ponte em Porto Murtinho

Representantes da Itaipu paraguaia e brasileira farão parte da visita prevista para próxima semana

15 MAR 19 - 15h:02TAINÁ JARA E IZABELA JORNADA

Representantes da Itaipu Binacional, geradora de energia pertencente ao Brasil e ao Paraguai, farão vistoria na próxima terça-feira, no local onde será implantada a ponte que liga a cidade sul-mato-grossense de Porto Murtinho ao distrito paraguaia de Carmelo Peralta. A estrutura será levantada sobre o Rio Paraguai e faz parte da composição da Rota Bioceânica. 

Ex-deputado e conselheiro da Itaipú, Carlos Marun, afirmou que a licitação para viabilizar a obra será realizada pelos paraguaios. “O projeto tem que avançar. Por issto, eu estarei em Porto Murtinho, representando o diretor-geral brasileiro, e receberei o diretor-geral paraguaio e uma comitiva de diretores para visitarmos o local da obra”. 

Ficou acordado entre o ex-presidente Michel Temer e o presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez, a construção de duas pontes. Além de Porto Murtinho, outra estrutura será levantada entre Foz do Iguaçu e a cidade paraguaia de Presidente Franco, vizinha a Ciudad del Este, passando pelo Rio Paraná. O custo total previsto para essas duas pontes é de US$ 270 milhões, pouco mais de R$ 1 bilhão, investidos ao longo dos próximos dois anos e meio a três anos, prazo também previsto para a conclusão das obras.

Pelo que foi acordado entre os dois governos e pela diretoria de Itaipu, a parte paraguaia da usina financiará a construção da ponte em Mato Grosso do Sul, e a margem brasileira entrará com recursos para a ponte em Foz do Iguaçu. Agora, os projetos devem ficar a cargo do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

Sobre a atuação de Marun na Itaipu Binacional, a expectativa de setores públicos e privados de Mato Grosso do Sul é de que, dessa forma, o Estado ganhe um importante aliado para evitar qualquer travamento das obras da Rota Bioceânica, corredor que unirá os oceanos Atlântico e Pacífico, e que abra um novo eixo de exportação para os países orientais, como Japão e China. 

 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

ECONOMIA

Ministério da Agricultura diz que preço da carne caiu 9% desde início do mês

Dólar cai para R$ 4,146 e fecha no menor nível em quase um mês
ECONOMIA

Dólar cai para R$ 4,146 e fecha no menor nível em quase um mês

Carnês do IPVA começam a ser enviados aos contribuintes em MS
IMPOSTO VEICULAR

Carnês do IPVA começam
a ser enviados em MS

No Rio, Guedes diz que não há razão para pessimismo no país
BRASIL

No Rio, Guedes diz que não há razão para pessimismo no país

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião