Segunda, 11 de Dezembro de 2017

na Capital

Cesta básica da Capital registra a maior queda do país no período de um ano

Entre novembro de 2016 e 2017, queda acumulada no preço é de -14,43%

6 DEZ 2017Por GLAUCEA VACCARI16h:11

Campo Grande registrou a maior queda no preço dos produtos que compõe a cesta básica no período de um ano, entre as capitais do país. No acumulado de novembro de 2016 a novembro de 2017, cesta básica individual teve queda de 14,43% no preço na Capital, segundo pesquisa divulgada hoje pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Conforme o Dieese, dos 13 itens que compõe a cesta, 11 registraram deflação. O feijão teve a queda mais significativa, de -54,09%, seguido por banana (-39,07%), açúcar (-26,98%), batata (-22,15%), leite (-16,92%), aroz (-13,95%), farinha (-11,11%), carne (-9,43%), óleo (-8,50) e pão (-0,51%). Manteiga, tomate e café tiveram alta de 20,78%, 6,96% e 5,48%, respectivamente.

Já com relação ao mês de novembro, depois de três altas consecutivas, cesta básica fechou o mês com queda de -1,22% na Capital, que fechou o mês com custo de R$ 364,33, o que representa R$ 4,50 a menos do que o registrado no mês de outubro, quando custo foi de R$ 368,83.

Em comparação com as demais capitais pesquisadas, Campo Grande apresentou a 9ª retração mais expressiva de preços em novembro. Houve deflação no valor do tomate, manteiga, açúcar, pão, batata, carne, café e leite. Registraram alta nos preços a banana, arroz, farinha e óleo. Feijão se manteve estável.

De janeiro a novembro deste ano, taxa é de -10,72% no acumulado.  

Leia Também