Campo Grande - MS, quarta, 15 de agosto de 2018

MERCADO IMOBILIÁRIO

Campo Grande pode ter 5 mil
novos imóveis até fim de 2018

Projeção tem por base o número de alvarás expedidos pela prefeitura

26 SET 2017Por DA REDAÇÃO06h:00

O mercado imobiliário de Campo Grande pode ganhar cinco mil novos imóveis até o fim de 2018, no padrão de financiamento do programa Minha Casa Minha Vida (MCMV), com teto de até R$ 180 mil.

A projeção é da Associação de Construtores de Mato Grosso do Sul (Acomasul) e tem como base o número de alvarás para construção de imóveis expedidos pela prefeitura somente no mês de junho, último prazo para os construtores ainda enquadrados como pessoa física ingressarem com pedido de processo na Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Gestão Urbana, antes de entrar em vigor nova normatização da Caixa Econômica Federal em relação ao programa.

De acordo com Adão Castilho, presidente da entidade, o mercado imobiliário de construções na faixa atendida pelo programa Minha Casa Minha Vida deu uma reagida neste segundo semestre, após um 2017 travado.

“Após uma mobilização do setor, conseguiu-se a revogação de duas portarias da Caixa Econômica Federal, prorrogando para 2019 o prazo para construção de imóveis pelo programa Minha Casa Minha Vida em loteamentos sem asfalto”, destacou.

Hoje, o estoque estimado para comercialização é de 1,5 mil casas, o equivalente a 30% do projetado em novas construções. Mesmo assim, o dirigente da Acomasul não acredita em sobra de imóveis no mercado.

*Leia reportagem, de Daniella Arruda, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

Leia Também