Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

desenvolvimento

Câmara avalia hoje incentivos
fiscais para 18 indústrias

Alguns projetos esperam decisão há cinco anos

30 MAI 17 - 06h:00DA REDAÇÃO

Dezoito projetos que concedem benefícios fiscais a empresas já instaladas ou interessadas em instalar empreendimentos em Campo Grande devem ir à votação hoje na Câmara Municipal.

As propostas envolvem desde isenção de tributos à doação de áreas públicas por meio do Programa de Incentivos para o Desenvolvimento Econômico e Social de Campo Grande (Prodes) e algumas delas aguardam encaminhamento ao Poder Legislativo municipal há quase cinco anos.

Somente o valor total das áreas públicas doadas pela prefeitura no pacote enviado à Casa de Leis soma R$ 10,7 milhões.

Entre as áreas doadas, a de maior valor, R$ 1,9 milhão, está sendo cedida para o empreendimento da Velutex Indústria e Comércio de Tintas Ltda., no Polo Empresarial Wilmar Lewandowski (13.699,78 metros quadrados), juntamente da limpeza do terreno, redução de 30% do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) por três anos e isenção de taxas e Imposto sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISSQN) incidentes sobre as obras.

Também será avaliado projeto da Viação Cidade Morena, que compõe o Consórcio Guaicurus no transporte público da cidade, que isenta de taxas e do ISSQN as obras de construção e redução do  IPTU por três anos sobre o imóvel beneficiado.

*Leia reportagem, de Daniella Arruda, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Brasil tem 4,5 milhões de empresas, número em queda desde 2014
ECONOMIA

Brasil tem 4,5 milhões de empresas, número em queda desde 2014

Comércio deve contratar 5 mil temporários neste fim de ano
NO ESTADO

Comércio deve contratar 5 mil temporários neste fim de ano

ILEGAL

Ministério da Justiça recomenda denunciar vendas casadas em bancos

Secretário diz que atrelar juros a outros serviços pode ser irregular
AGRICULTURA E JUSTIÇA

Ministérios assinam acordo para combater abusos no crédito agrícola

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião