LDO CAPITAL

Câmara aprova Orçamento <br>de 2018 em segunda votação

Arrecadação deve ser de R$ 3,455 bilhões
04/07/2017 19:31 - DA REDAÇÃO


 

A Câmara de Vereadores aprovou, hoje, em segunda votação, o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias de Campo Grande para (LDO) 2018.

A primeira votação havia sido realizada na quinta-feira passada. Na ocasião, das 97 emendas apresentadas pelos vereadores, 43 foram incorporadas ao texto final. 

A peça prevê arrecadação de R$ 3,455 bilhões em 2018, que representa uma queda de 3,46% em relação aos R$ 3,563 bilhões previstos para 2017.

A projeção deve-se, principalmente, à queda nos repasses dos governos estadual e federal: FPM (Fundo de Participação dos Municípios), ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços) e Fundeb, por exemplo, foram reduzidos, ou subiram abaixo da inflação.

A proposta encaminhada pelo Executivo prevê a aplicação de 25% da receita resultante de impostos em educação, 1% para cultura e outros 15% para saúde. A proposta segue agora para sanção do prefeito Marcos Trad.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".