Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

TRÊS LAGOAS

Cai liminar que impedia venda de fábrica de fertilizantes

14 JUN 19 - 20h:46EDUARDO MIRANDA

O entrave que existia para a retomada do processo de venda da Unidade de Fertilizantes-III da Petrobras para a empresa estatal russa Acron chegou ao fim na sexta-feira (14). A 24ª Vara Federal do Rio de Janeiro revogou liminar que determinava a suspensão de 100% de sua participação acionária na Araucária Nitrogenados (Ansa) e na UFN3. 

“Dessa forma, a Petrobras está retomando o processo competitivo para a venda dessas unidades, em consonância com a Sistemática para Desinvestimentos da companhia e alinhada ao regime especial de desinvestimento de ativos pelas sociedades de economia mista federais previsto no Decreto 9.188/2017”, informou a Petrobras em comunicado estatal divulgado na noite de sexta-feira.

Neste mês, a estatal brasileira já havia conseguido uma vitória no Judiciário: o Supremo Tribunal Federal liberou a venda de subsidiárias de estatais, como a Petrobras. A venda das unidades de fertilizantes no Paraná (já em operação) e em Mato Grosso do Sul (incompleta) é um negócio de aproximadamente R$ 8,2 bilhões. A obra da UFN3, em Três Lagoas, foi paralisada em 2015, com 83% da planta concluída. 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

RECEITA FEDERAL

Cerca de 700 mil contribuintes caíram na malha fina em 2019

Dólar tem sexta queda seguida e recua para R$ 4,12
MENOR NÍVEL EM UM MÊS

Dólar tem sexta queda seguida e recua para R$ 4,12

INSS suspende 3,2 mil benefícios por indícios de fraude em MS
PENTE FINO

INSS suspende 3,2 mil benefícios por indícios
de fraude em MS

Pagamento do 13º do Bolsa Família soma R$ 42 milhões em MS
BENEFÍCIO

Pagamento do 13º do Bolsa Família soma R$ 42 milhões em MS

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião