Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

dólar R$ 3,25

Bolsa sobe em dia de volume
fraco e de olho no TSE

2 JUN 17 - 17h:44FOLHAPRESS

Em sessão marcada pela instabilidade e pelo volume reduzido, a Bolsa brasileira fechou com leve alta e o dólar avançou para R$ 3,25 nesta sexta-feira (2), com os investidores já voltando as atenções para o início do julgamento que pode determinar a saída do presidente Michel Temer do poder.

Após oscilar bastante durante o dia, o Ibovespa, que reúne as ações mais negociadas, fechou em alta de 0,36%, para 62.510 pontos.

No mercado cambial, o dólar fechou em leve alta. O dólar comercial subiu 0,21%, para R$ 3,255. O dólar à vista, que fecha mais cedo, avançou 0,04%, para R$ 3,242.

O volume mais fraco foi uma constante ao longo da semana. Na avaliação de analistas, os investidores estão mais cautelosos e à espera do início do julgamento da chapa Dilma Rousseff-Michel Temer pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral), previsto para a próxima terça-feira (6).

"Há uma incerteza muito grande, então o mercado espera uma definição antes de tomar uma decisão mais importante de investimento. Ele reage à indefinição comprando ações em lotes menores", afirma Régis Chinchila, analista da Terra Investimentos.

"O que trava o mercado atualmente é a agenda, que está complicada pela questão política. Na semana que vem teremos mais vetores complicados, com a votação no Senado da reforma trabalhista."

Um dos fatores que impulsionava a alta da Bolsa, a entrada de estrangeiros perdeu força nos últimos dias de maio, afirma Mário Roberto Mariante, analista-chefe da Planner Corretora. "O mercado está operando com prudência em relação ao cenário político, sempre expectativa de que saia alguma notícia preocupante. Na próxima semana, a pauta política está mais carregada, o que justifica o volume mais baixo nos últimos dias", diz.

Para ele, a "gordura" da Bolsa favorece esses movimentos de instabilidade. No ano, o Ibovespa ainda avança 3,8%. "Quem está com lucro pode vender e embolsar os ganhos até que a situação fique mais clara", ressalta.

AÇÕES

A instabilidade da sessão se refletiu nos papéis mais negociados, que também vivenciaram um dia de altos e baixos. As ações da Petrobras e da Vale percorreram o terreno negativo antes de se firmarem no azul.

Os papéis mais negociados da estatal subiram 0,23%, para R$ 13,05. As ações com direito a voto se valorizaram 0,20%, para R$ 13,74. A alta se deu apesar da queda dos preços do petróleo no exterior, diante da preocupação com o aumento da oferta da commodity nos Estados Unidos.

No caso da mineradora Vale, as ações foram ajudadas pela alta de 3,25% dos preços do minério de ferro. Os papéis mais negociados da Vale subiram 0,05%, para R$ 25,45. As ações com direito a voto avançaram 0,11%, para R$ 26,78.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Em MS, 350 profissionais terão de rever declaração na Receita
OPERAÇÃO PANDORA

Em MS, 350 profissionais terão de rever declaração na Receita

Fábrica de MDF em Água Clara oferecerá 100 novos empregos
DESENVOLVIMENTO LOCAL

Fábrica de MDF em Água Clara oferecerá 100 novos empregos

Ministério do Trabalho investigará demissão em massa na Mabel
TRÊS LAGOAS

MPT investigará demissão em massa na Mabel

Conselho de agrotóxicos elabora plano para controle de pragas em MS
CORREIO RURAL

Conselho de agrotóxicos elabora plano para controle de pragas em MS

Mais Lidas