Campo Grande - MS, domingo, 19 de agosto de 2018

Economia

Balança comercial de MS fecha agosto com alta de 28,22% nas exportações

5 SET 2017Por RENATA PRANDINI19h:17

Mato Grosso do Sul fechou o mês de agosto com alta de 28,22% nas exportações em comparação ao mês anterior. Segundo dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), do Ministério do Desenvolvimento, a balança comercial do Estado fechou com receita de US$ 495,486 milhões, o que equivale a 28,22% a mais em comparação a junho, quando as exportações geraram lucro de US$ 386,440 milhões.

Quando comparado com agosto do ano passado a variação chega a 65,61%. Em agosto de 2016, a balança comercial de Mato Grosso do Sul havia registrado rendimento de US$ 300,264 milhões em exportações. 
O comportamento das exportações fez com que a balança tivesse superavit de US$ 283,212 milhões quando comparado o saldo entre exportações e importações. Enquanto exportou o equivalente a US$ 495,486 milhões, o Estado importou US$ 212,273 milhões. 

A alta nas exportações se mantém no acumulado do ano. De janeiro a agosto, ainda segundo dados da Secex, foram exportados 10,40 milhões de toneladas de produtos, o que gerou em um faturamento de US$ 3,270 bilhões. O resultado corresponde a um aumento de 9,13% em comparação ao mesmo período do ano passado, quando as exportações tiveram rendimento de US$ 2,996 bilhões.

Entre os  principais itens da balança comercial, contribuíram para este resultado a soja, carro-chefe da balança comercial do Estado, que teve alta de 20,13%, fechando com faturamento de US$ 1,230 bilhão. Somente neste ano, foram exportados 3,289 milhões de toneladas do produto, contra 2,803 milhões de toneladas no mesmo período do ano passado. Já a cana-de-açúcar, em terceiro no ranking, teve alta de 70,75%, passando de US$ 186,084 milhões para US$ 317,735 milhões de um ano para o outro. Também tiveram alta as exportações de carne bovina congelada, de 24,84%, fechando em R$ 233,551 milhões em receita, e de carne e miudezas de frango, aumento de 26,84%, o que gerou faturamento de US$ 189,705 milhões.

Na outra ponta, a celulose, embora tenha apresentado melhora, manteve a variação negativa. De janeiro a agosto deste ano, o segundo principal produto da balança comercial fechou com queda de 6,75% nas exportações, recuando de US$ 652,430 milhões, lucro registrado entre janeiro e agosto, para US$ 608,376 milhões. 
Além da celulose, o milho (faturamento de US$ 119,854 milhões) a carne bovina fresca ou refrigerada (US$ 94,866 milhões)  também encerraram o mês em baixa, com variação negativa de 51,71% e 4,32%, respectivamente. 

PAÍSES

Dos produtos de Mato Grosso do Sul destinados ao mercado externo, 39,89% abastece o mercado chinês. Os negócios com a China renderam faturamento de US$ 1,306 bilhão entre os meses de janeiro e agosto, alta de 7,16% em comparação ao mesmo período do ano passado. 

Em segundo lugar, aparece a Argentina, com participação de 6,07% nas exportações, e faturamento de US$ 198,820 milhões; seguido da Itália (US$ 142,325 milhões), Hong Kong (US$ 128,325 milhões) e Holanda (US$ 123,031 milhões). 

Leia Também