Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

vBP

Agropecuária deve injetar R$ 26 bilhões na economia de MS

Valor, recorde, é puxado por pecuária bovina e soja

15 AGO 15 - 00h:00DA REDAÇÃO

Os produtos agropecuários devem proporcionar a soma de R$ 26,04 bilhões a Mato Grosso do Sul neste ano, estimou o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que divulgou ontem as projeções do Valor Bruto da Produção (VBP) para esta safra, com base em dados do mês de julho. O montante relativo ao Estado é recorde e completa uma sequência de seis altas consecutivas. A maior participação vem das lavouras, cujo VBP é de R$ 14,95 bilhões. Já o valor a pecuária deverá totalizar R$ 11,094 bilhões. 

Mesmo com a queda da produção frigorífica, a pecuária bovina segue como principal atividade de Mato Grosso do Sul se considerado o VBP. De acordo com o Mapa, o montante a ser movimentado pelo segmento de bovinos deve alcançar R$ 8,819 bilhões neste ano, incremento de 7,8% em relação aos R$ 8,18 bilhões, contabilizados na safra do ano passado. Isso significa que o avanço dos preços pesou mais que a produção reduzida na composição do VBP. Ontem, a arroba do boi gordo valia R$ 133 no Estado, 12% maior que o do mesmo período de 2014 (R$ 118). 

A segunda maior colaboração para o VBP agropecuário é da soja. O valor do grão deve totalizar R$ 7,125 bilhões nesta safra, segundo estima o Mapa. O aumento é de 5,94% frente ao montante do ano passado, de R$ 6,725 bilhões. Conforme a analista chefe e estrategista da equipe de grãos da Rural Business, Tânia Tozzi,  a soja sofreu desvalorização de preço neste ano, mas já se recuperou, ajudada pelo câmbio favorável e mercado internacional aquecido. Ela informou que, no porto de Porto de Paranaguá, a oleaginosa chegou a ser comercializada por até R$ 79 a saca. A valorização dos preços em real é possível apenas em razão da valorização cambial. De acordo com Tânia, a cotação em dólar da commodity está em baixa, devido ao elevado estoque. 

*A reportagem, de Osvaldo Júnior, está na edição de hoje do Jornal Correio do Estado.

 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Na Índia, Tereza Cristina diz que agricultura brasileira não é vilã
MERCADO

Na Índia, Tereza Cristina diz que agricultura brasileira não é vilã

Prazo para pagamento do IPVA com desconto de 15% termina na sexta-feira
IMPOSTO

Prazo para pagamento do IPVA com desconto de 15% termina na sexta-feira

Intenção de consumo dos campo-grandenses é a maior em cinco anos
RECUPERAÇÃO

Intenção de consumo dos campo-grandenses é a maior em cinco anos

Gasolina fica R$ 0,05 mais cara em quatro semanas
ALTA

Gasolina fica R$ 0,05 mais cara
em quatro semanas

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião