Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CORREIO VEÍCULOS

Teste da Triumph Tiger 1200 XCa

Esta bigtrail é uma excelente companheira de viagem
21/10/2019 00:00 - Fernando Eduardo, do Minuto Motor para Agência Automotrix


O som do motor tricilíndrico e o visual imponente são inconfundíveis. Na versão XCa 1200, a bigtrail Triumph Tiger é uma verdadeira preciosidade. Completamente reformulado, o modelo de 1.215 cm3, 141 cavalos (9.350 rpm) e 12,44 kgfm de torque (7.600 giros) é bruto, mas facilmente domado graças ao controle de tração mais moderno e novos modos de pilotagem. Soma-se a tudo isso, inéditos faróis de leds adaptativos, um belo painel de TFT com tela colorida de 5 polegadas, freios ABS combinados, suspensões eletrônicas semiativas, para-brisa com ajuste eletrônico e o sistema Hill Hold Control (assistente de partida em subidas). O resultado é muita tecnologia embarcada, luxo, conforto e segurança, por um preço a partir de R$ 85.200.

A bigtrail traz transmissão final por eixo-cardã, o que significa menos manutenção, ideal para quem gosta de viagens mais longas. O motor de três cilindros, 12 válvulas, DOHC, refrigeração líquida libera 141 cavalos de potência máxima em 9.350 rpm. Já o torque máximo de 12,44 kgfm surge em 7.600 rpm. O câmbio de 6 velocidades conta com sistema shift assist e a embreagem é multidisco em banho de óleo. A suspensão é com garfo telescópio invertido (upside-down) WP com tubos de 48 milímetros e 190 milímetros de curso com ajuste eletrônico na dianteira e traseira com monobraço com um amortecedor WP, ajuste eletrônico e 193 milímetros de curso da roda. Os freios dianteiros têm disco duplo flutuante de 305 milímetros, com pinças radiais monobloco Brembo de quatro pistões (ABS) e os traseiros levam disco simples de 282 milímetros com pinça de dois pistões Nissin (ABS). Os pneus dão 120/70 – R19 na frente e 170/60 – R17 atrás.

Montada em Manaus (AM), com quadro tubular em treliça de aço, a Triumph Tiger XCa 1200 tem 2,23 metros de comprimento, 93 centímetros de largura e 1,54 metro de altura. A capacidade do tanque de combustível é de vinte litros e o peso a seco é de 248 quilos. O modelo é oferecido nas cores Cristal White e Marine.

 

Primeiras impressões

Estrada afora

São Paulo/SP – Em uma viagem por rodovias e trechos de serras no interior paulista, a Triumph Tiger 1200 XCa realmente impressiona pelo torque sempre disponível e também pelos seis modos de pilotagem: Road, Rain, Off-Road, Off-Road Pro, Sport e Rider, cada um com uma configuração específica para cada situação. Como a moto foi utilizada na maior parte do tempo na estrada, a opção adotada foi o modo Rider. E o modelo, de fato, roda com muita desenvoltura no asfalto.

Apenas em um pequeno trecho de estrada de terra foi possível experimentar o modo Off-Road. E fez toda a diferença, principalmente na segurança do piloto e do garupa. Depois de mais de cento e cinquenta quilômetros rodados, a Tiger 1200 XCa mostrou suas qualidades, com um motor de três cilindros e 141 cavalos de alto desempenho e consumo decente, marcando no computador de bordo 22 km/l, o que permite uma autonomia de quatrocentos e quarenta quilômetros, graças ao tanque de vinte litros. Para quem anda pensando naquela viagem para a Patagônia, Argentina, ou em cruzar a Cordilheira dos Andes rumo ao Oceano Pacífico, a Triumph Tiger 1200 XCa é uma companheira de viagem a se cogitar.

Felpuda


Figurinha começou a respirar aliviada, embora ainda esteja na corda bamba. Isso porque mudou de mãos o processo cuja sentença poderá mandá-la para casa definitivamente. Assim, pela “jurisprudência” com a qual o “analista” é conhecido, pode ser que o resultado seja bastante favorável, permitindo que a então desesperada pessoa continue com o assento em Brasília. Vamos ver!