Terça, 12 de Dezembro de 2017

"cara de bravo"

Renault Captur ganha destaque pelo
design arrojado de carro "musculoso"

SUV compacto, como é chamado pela montadora, tem espaço interno bom

16 FEV 2017Por Leandro Gameiro09h:24

Essa semana começou animada: fomos até São Paulo para conhecer o novo Renault Captur. Seguindo as tendências e aproveitando o crescimento do mercado de SUVs, a marca lançou seu primeiro utilitário compacto, em duas versões, ZEN 1.6 120cv com câmbio manual, partindo de R$ 78.900 e INTENSE 2.0, 148cv automático de 4 velocidades, começando em R$ 88.490.

Como opcionais, têm os bancos revestidos parcialmente em couro (R$ 1.500) e a pintura biton, que é o teto com cor diferente da carroceria (R$ 1.400) em ambas versões. Para o modelo de entrada, ainda tem a opção de sistema multimídia com câmera de ré por R$ 1.990. Testamos apenas a versão mais completa, com todos os opcionais, que custa R$ 91.320.

O teste saiu da capital, sentido litoral. Rodamos cerca de 100 quilômetros, entre trecho urbano e rodoviário. Realmente, o SUV  compacto, como é chamado pela montadora, tem espaço interno bom. Inclusive, o maior porta malas e comprimento entre os concorrentes, Nissan kicks, Jeep Renegade, Chevrolet Tracker e Hyundai Creta.

Os comandos básicos no volante ajudam, porém são ultrapassados. O comando do bluetooth, por exemplo, é o mesmo desde 2008, que vinha no Megane. O acabamento interno é razoável, para um carro que custa R$ 90.000, mas tem muito plástico como matéria prima.

O destaque do Captur fica por conta do seu design arrojado, dando impressão de carro "musculoso": sua frente "com cara de bravo" e os detalhes nas luzes diurnas em formato da letra "C" são as atrações desse modelo. Em geral, o modelo está a altura dos seus concorrentes. É difícil mencionar o consumo com certeza, porque tivemos que enfrentar muito trânsito e o trajeto não foi longo o suficiente, mas o computador de bordo marcava 5.6 km/l, e o carro estava abastecido com etanol.

(*) Mais notícias você confere no Correio Veículos. Acesse aqui.

Leia Também