Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CORREIO VEÍCULOS

Novo Troller TX4

Novo modelo traz como destaques a transmissão automática e detalhes personalizados e de estilo
19/11/2019 06:00 - DANIEL DIAS/Agência AutoMotrix


 

Relativamente jovem no cenário automotivo nacional, a Troller é uma fábrica de utilitários esportivos fundada no Ceará em 1995. Incorporada pela Ford em 2007, a empresa da cidade de Horizonte manteve sua sede no Estado nordestino com as mesmas características quase artesanais na produção do off-road 100% nacional. Com a entrada da Ford no negócio, a produção do jipe da Troller ganhou um novo processo de pintura, fabricação de compósitos de aço e fibra de vidro prensados a quente (SMC – Sheet Moulding Compound), colagem de partes da carroceria por robôs e duas linhas de montagem, nas quais são feitos separadamente carroceria e o conjunto chassi, motor, transmissão, suspensão e freios. Com a montagem de apenas nove unidades por dia – irrisória em comparação às tradicionais montadoras com fábricas no Brasil –, apesar de ter uma capacidade instalada anunciada de montar até quatorze “jipinhos”, o que vale mesmo para a marca cearense não é quantidade, mas a manutenção da qualidade dos T4 e seu lugar ao sol duramente conquistado. E, quanto a isso, os fiéis aficionados pela Troller não têm do que se queixar. Agora, a marca do Ceará anunciou o lançamento do TX4, novo modelo de sua linha equipado com transmissão automática e estilo exclusivo, com previsão de chegada às concessionárias para dezembro, com preço ainda não definido – espera-se algo em torno de R$ 165 mil.

O Troller TX4 foi exibido inicialmente como carro-conceito no Salão do Automóvel de São Paulo do ano passado, quando atraiu muita atenção do público, tanto pelo visual diferenciado quanto por ser o primeiro da linha a contar com transmissão automática, um item muito aguardado pelos fãs da marca. O nome é uma abreviação de “Troller Extreme 4”, remetendo às características todo-terreno avançadas do utilitário. A carroceria em duas cores é um dos elementos que compõem a personalidade arrojada do TX4. Traz várias peças na tonalidade Azul Naval – incluindo a grade dianteira, o capô, o teto, a tampa traseira, o para-choque, os estribos e o snorkel –, sempre combinada com uma das três opções de cores: Marrom Trancoso, Verde Maragogi ou Prata Geada.

Na parte mecânica, o modelo introduz como novidade o diferencial traseiro blocante com acionamento elétrico, aumentando a performance em pisos irregulares e transmitindo torque contínuo para as rodas mesmo que uma delas perca a aderência, de modo a garantir máxima tração. No pacote de acessórios, o TX4 inclui itens como para-choque dianteiro de aço e faróis auxiliares de led. O interior conta com acabamento personalizado e novos itens de conforto. Mais detalhes do veículo serão divulgados na apresentação oficial, prevista para o final deste mês. “O TX4 é um modelo que dá sequência à ampliação da linha Troller, com novidades que diversificam as possibilidades de uso do veículo sem abrir mão da sua essência off-road. Ele foi totalmente desenvolvido em sintonia com os desejos dos clientes da marca, que são apaixonados por aventura e valorizam sobretudo a personalização, a robustez e a capacidade de ir mais longe”, diz Demétrio Fleck, gerente de Marketing, Vendas e Serviços da Troller.

O TX4 mantém o motor 3.2 Duratorq turbodiesel do T4 (herdado da Ford Ranger) com 200 cavalos de potência a 3 mil rotações por minuto e torque de 47,9 kgfm de 1.750 a 2.500 giros, acrescentando a transmissão automática de 6 velocidades e o diferencial traseiro autoblocante (LRD). Como a fabricante não declarou os números de desempenho e consumo do novo modelo, resta o comportamento do T4 como base. Com câmbio manual de 6 marchas, o carro acelera de zero a 100 km/h em 12,3 segundos e pode chegar a 180 km/h. Na versão “comum” do Troller, o consumo declarado é de 9,8 km/l na cidade e de 12,3 km/l na estrada. A tração integral pode ser acionada com o veículo até 120 km/h. No interior do TX4, a marca revelou que o console central foi redesenhado para receber a alavanca da transmissão automática, os bancos têm costura vermelha, o logotipo TX4 está nos encostos dos assentos e as saídas de ar ganharam molduras na cor cobre.

Felpuda


As pré-candidaturas bizarras estão se espalhando nas redes sociais, nos perfis de quem acredita que esse tipo de “campanha eleitoral” poderá resultar em votos e até levar à conquista de uma vaga na Câmara Municipal de Campo Grande. Se antes isso era visto apenas no horário eleitoral na TV, agora está se espalhado como erva daninha nas redes. Como diria vovó: “Esse povo ainda se acha!” Afe!