Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, segunda, 10 de dezembro de 2018

CORREIO VEÍCULOS

Novo modelo da Mitsubishi, Eclipse Cross só vem na versão HPES

29 SET 2018Por LEANDRO GAMEIRO11h:51

Fomos até as belíssimas estradas do Rio Grande do Sul para dirigir o novíssimo Eclipse Cross.

Lançado há menos de 1 ano para o mundo, chegou ao Brasil o novo modelo da Mitsubishi. Ele vem para completar a gama de SUVs da marca, que fica assim: ASX, Eclipse Cross e Outlander.

O modelo vem com assinatura da marca, frente marcante, design arrojado, DNA esportivo e agora 4x4. Para relembrar, o Eclipse foi um mito nos anos 90, um super esportivo, visual inovador e ficou ainda mais conhecido na saga do filme Velozes e Furiosos, mas agora a marca reinventou novamente e trouxe o Eclipse Cross, novo modelo misturando esportividade com utilidade. 

O novo motor Turbo 1.5L com dupla injeção tem 165cv de potência e 25,5 kgf.m de torque. Aliado ao motor, a nova transmissão CVT de oito velocidades, com sistema INVECS III, que se adapta ao modo de dirigir de cada motorista, e Sport Mode com Paddle Shifters, alertas na coluna do volante para troca de marcha, com respostas mais rápidas, maior eficiência de torque e melhor aceleração. 

O Eclipse Cross traz o Super All Wheel Control (S-AWC), a evolução do AWD, um sistema de controle dinâmico integrado que garante rodagem ainda mais segura em qualquer tipo de piso. O motorista pode optar por três tipos de condução: AUTO, SNOW ou GRAVEL, dependendo das condições de cada tipo de terreno, visando melhorar a precisão na condução, estabilidade e manobrabilidade em estradas escorregadias. 

O SNOW, no Brasil, poderá ser usado em caso de chuva leve, ou em situações onde haja algum risco leve. Já o GRAVEL é para ser utilizado em terrenos sem asfalto, areia, pedregulhos, enfim, o novo modelo veio para atender as necessidades de todos.

Ele será oferecido em apenas uma versão, HPE-S, com duas opções de tração, 4x2 ou 4x4. Sendo a 4x4 S-AWC.

“Esse DNA 4x4 é item de série em todos os veículos Mitsubishi, que carregam muito mais do que força e resistência, levam consigo a ousadia e liberdade daqueles que querem ir mais longe, de chegar ao inalcançável, de superar todas as barreiras”, afirma Fernando Julianelli, diretor de marketing da Mitsubishi Motors.

O visual externo agrega luzes diurnas (DRL) e faróis auto e baixo em LED, com Auto High Beam, que intercala automaticamente entre farol alto e baixo.

Para o dia a dia traz todas as comodidades, como o sistema Keyless para abertura das portas com apenas um toque no botão, sensor de chuva e acendimento dos faróis, espelhos retrovisores elétricos com rebatimento automático, luz indicadora de direção e desembaçador, botão Start Stop (OSS) para partida, espelho retrovisor interno eletrocrômico, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros e câmera de ré.

Também vem com o sistema multimídia de 7 “ e  com Android Auto e Apple Car Play, alem de conexão WiFi, que permite o acesso a aplicativos nativos, como Waze e Spotify.

Os valores de lançamento são R$149.990 na versão 4x2 e R$155.990 na versão 4x4.

Na prática

Rodamos mais de 300 quilômetros no teste, o previsto era 300, mas com uma errada “proposital” acabamos rodando um pouco mais. Claro que erramos no Off Road, ou seja, aproveitamos mais o modelo. Fomos em 3 pessoas no carro, sendo 2 de Campo Grande e 1 de São Paulo. O “passeio” pelas estradas do RS foi muito bacana, ainda mais com um trajeto exclusivo feito pela equipe da Mitsubishi. Sem exageros, toda hora dava vontade de parar e tirar fotos. Mas o mais legal foi sentir que o SUV nas curvas não balançava, e sempre muito firme, o motor responde rápido, mas o câmbio não nega ser um CVT, apesar de ser um dos melhores que já dirigimos, pois simula muito bem as 8 marchas. O melhor do teste é que pudemos testar a maioria das funções oferecidas pelo modelo. A marca criou um site: www.eclipsecross.com.br. 

Não deixe de nos seguir nas redes sociais: @correioestado e @correioveiculos

 
  • Leandro Gameiro/Correio do Estado
  • Leandro Gameiro/Correio do Estado
  • Leandro Gameiro/Correio do Estado
  • Leandro Gameiro/Correio do Estado
  • Leandro Gameiro/Correio do Estado
  • Leandro Gameiro/Correio do Estado
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também