Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CORREIO VEÍCULOS

MotoMais

Coluna semanal sobre motos
28/06/2019 10:22 - EDMUNDO DANTAS/Agência Automotrix


Nova onda
O Wheels and Waves é um festival anual que mistura surf, skate, arte e motociclismo na cidade de Biarritz, na França. Atualmente, é um dos encontros mais esperados da customização de motos no mundo. A Royal Enfield apresentou seis novas customizações no Wheels and Waves 2019 e reafirmou que suas motocicletas servem para a expressão artística de alguns dos melhores customizadores da Europa. Os modelos da marca indiana levados ao tradicional festival usam como base as motocicletas Himalayan, Interceptor INT 650 e Continental GT 650. Um dos grandes destaques do evento foi o modelo ‘Nought Tea GT, que teve como base a Royal Enfield Continental GT 650. Construída em parceria com os especialistas em chassis da Harris Performance, a ‘Nought Tea GT mistura estilo e funcionalidade. Peças de peso leve e suspensão da Öhlins deixaram a Continental GT 650 pronta para as pistas de corrida. O gráfico estampado no chassi da motocicleta representa o fluxo de ar que percorre a motocicleta quando está em alta velocidade.

Clássica nas lojas
A Triumph apresenta a versão 2019 da Street Scrambler. O lançamento reforça o posicionamento da Triumph como a marca das motos clássicas no mercado brasileiro, como já acontece na Europa. A Street Scrambler foi lançada no Brasil em 2017 e caiu no gosto dos customizadores. O modelo 2019 ganhou um aumento de potência e torque, além de atualizações importantes em tecnologia, design e equipamentos. O motor de 900 cc incorporou 11 cavalos de potência, ficando com 65 cavalos, mas o torque máximo não aumentou tanto, ficando em 8,3 kgfm – antes era de 8,15 kgfm. Entre as novidades em termos de eletrônica e tecnologia, estão os modos de pilotagem “Road” e “Rain”, que ajustam aceleração e controle de tração comutável, freios ABS também comutáveis para o uso off-road, embreagem com auxílio de torque, farol traseiro de leds, imobilizador de série, com transponder incorporado na chave e tomada de carregamento USB localizada sob o assento. Com preço público sugerido de R$ 43.850, a moto está disponível nas 17 concessionárias Triumph de todo o Brasil em três tipos de pintura: Fusion White (branca), Cranberry Red (vermelha) e a cor dupla Kaki Green/Silver Mate (cinza e verde).

"Made in Manaus"
A BMW anunciou nesta semana a produção das novas R 1250 GS e R 1250 GS Adventure na Zona Franca de Manaus, no Amazonas. Com um investimento adicional de R$ 10 milhões na unidade industrial amazonense, agora a marca bávara totaliza a produção de 10 modelos no Brasil. A R 1250 GS e a R 1250 GS Adventure “made in Brazil” são equipadas com motor boxer bicilíndrico de oito válvulas e 1.254 cm³. Seus 136 cavalos de potência a 7.750 rpm superam a versão anterior, que tinha 125 cavalos.

Sonho em pedaços
A MXF Motors, montadora de motocicletas e quadriciclos com sede em Curitiba (PR), apresentou uma novidade que pode facilitar a realização do sonho off-road de muita gente. A empresa lançou seu consórcio nacional para ampliar o acesso dos entusiastas de competições e trilhas as suas motocicletas. Os quadriciclos Force 200cc e Brave 125cc e as motos Pro Racing 125cc, 105TS, 250RX/RXi e 250TS estão disponíveis na modalidade. As cartas de crédito têm valores a partir de R$ 6.420. “A expectativa é positiva, principalmente por poder proporcionar o crescimento do esporte off-road nacionalmente”, acredita João H. Montani, proprietário da MXF Motors. Foi montada uma estrutura exclusiva para atender aos interessados. “Teremos facilidade nas negociações, parcelas acessíveis e nos grupos com prazos de quitação de até sessenta meses”, avisa o executivo.

Felpuda


As conversas vêm acontecendo muito, mas muito reservadamente mesmo, e dão conta de que suplente poderá receber convocação, assumir a titularidade do cargo e por lá ficar por tempo indeterminado. Como é óbvio, tem gente jurando que nunca ouviu nem sequer falar sobre o assunto. O motivo não seria nada ligado a possíveis atos de irregularidades, mas sim por problemas de ordem pessoal.