Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

CORREIO VEÍCULOS

HR-V Touring: o SUV com motor e preço turbinados

9 NOV 19 - 00h:00LEANDRO GAMEIRO

Desde o seu lançamento no Brasil, ele mexeu com o mercado, e com essa versão mais apimentada, tem o Jeep Compass Limited como “alvo”, líder no segmento premium entre os SUVs compactos.

O interessante é que no Japão ele foi apresentado em 1999 e sua produção foi encerrada em 2005. Em 2015, o modelo passou a ser produzido no Brasil e, desde então, vem disputando o mercado com os concorrentes.

Apesar de estar na categoria de compacto, o HR-V esbanja espaço, com 2,61 de entre-eixos, mas em comprimento não é o maior da categoria. Porém, tem aproveitamento melhor do espaço e bancos mais ergonômicos, dando sensação de mais conforto. Por ter o teto mais baixo na parte traseira, pessoas com mais de 1,70 de altura podem ter dificuldades para entrar e sair do carro. Tomei essa estatura como exemplo, pois é a minha, e entrei e sai com a cabeça muito próxima do vão da porta.

O ponto chave fica por conta do powertrain, motor e câmbio, que são importados do Japão, com 173 cv, somente a gasolina e com 22,4 kgfm de torque. Por ter a transmissão CVT, que simula 7 marchas, o HR-V Touring não tem aquela pegada de esportivo, mas a resposta é rápida, e faz de 0 a 100 km/h em pouco mais de 8 segundos. Não tivemos a oportunidade de testá-lo na estrada e o nosso teste foi 100% urbano, com o consumo ficando na casa dos 8,7 km/l, que não é dos melhores, tendo em vista que a versão aspirada chega a fazer 11km/l, mas também não tem a pegada agressiva.

Foram mais de 400 quilômetros a bordo do HR-V, com o conforto e o silêncio a bordo se destacando como pontos positivos. O Honda se saiu bem, mesmo com todas as irregularidades do asfalto, pois apresentou rodar suave e macio.

A versão vem com partida no botão, chave presencial, teto solar panorâmico, o que dá charme a parte, retrovisor fotocrômico, e acabamento mais refinado, podendo ser em dois tons.

Se você optar pela carroceria em branco Estelar (avaliada), cinza Barium ou azul Cósmico (três das sete cores disponíveis), o interior vem em preto e bege. Tudo para dar impressão maior de requinte. Nas outras cores, a cor preta é predominante na parte interna. Esses equipamentos se juntam a multimídia de 7 polegadas, câmera de ré, seis airbags, freio de mão eletrônico, sensor de estacionamento dianteiro e rodas aro 17.

A multimídia poderia ser mais avançada, pois não tem resolução muito boa e não é muito interativa, mas funciona bem quando está conectada a um smartphone. Entretanto, é ultrapassada se comparada com o que alguns dos concorrentes oferecem, com interface que acessam dados do veículo, inclusive o ar condicionado.

Por se tratar de um carro mais “família”, sentimos falta das saídas de ar na parte traseira, assim como entradas USB. O HR-V tem vasta lista de equipamentos, entre eles, o Lane Watch, câmera que, ao ser acionada a seta, exibe a lateral direita do veículo na tela do multimídia, para aumentar o campo de visão do motorista.

As mudanças no exterior são quase imperceptíveis: apenas faróis full LED, a sigla “Turbo” na tampa traseira e a saída dupla de escapamento, que afetou o tamanho do porta-malas, que de 437 litros das outras versões, foi para 393 litros. Destaque para o Magic Seat, o sistema de rebatimento dos bancos, que deixa um super “assoalho” plano. O valor da versão turbo tem preço sugerido no site de R$ 139.990. 

Quer ver os bastidores?  Não deixe de nos acompanhar nas redes sociais: @correioestado e @correioveiculos.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Novo Troller TX4
CORREIO VEÍCULOS

Novo Troller TX4

Destaques da Honda no Salão de Milão 2019
CORREIO VEÍCULOS

Destaques da Honda no Salão de Milão 2019

Mini no máximo
CORREIO VEÍCULOS

Mini no máximo

Volkswagen T-Cross
CORREIO VEÍCULOS

Volkswagen T-Cross

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião