Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 16 de outubro de 2018

Freestyle e Titanium

Ford Ka passa por mudanças e chega em mais duas versões

Veículo é comercializado em 125 países e já vendeu 2 mi de unidades

8 OUT 2018Por LEANDRO GAMEIRO12h:00

O Ford Ka é vendido em 125 países e desde o seu lançamento, em 1997, já vendeu 2 milhões de unidades. 

Além de passar por mudanças notáveis, a linha 2019 chegou com mais 2 versões: Freestyle e Titanium. A segunda é exclusiva para o Brasil, e o câmbio automático passou a fazer parte.

Passamos a semana a bordo da versão FreeStyle, que vem com motor 1.5, mesmo do EcoSport, painel em duas cores, bancos exclusivos, controle de estabilidade e tração, assistente de partida em rampa e entre outros itens. No visual, suspensão elevada, rack de teto, alargadores de para-lama, soleira em inox nas portas e rodas aro 15”.

No volante

O silêncio a bordo, em comparação com a versão anterior, foi o destaque da vez, somado com o câmbio automático.

Por ser uma das versões que estão no topo, tem o Sync3, tela flutuante, muito bem posicionada e fácil de manusear.

Em segurança é um dos mais completos, disponibilizando 6 airbags, controle de tração e estabilidade e outros itens indispensáveis.

O conjunto mecânico, junto com o câmbio automático, ficou muito bom, afinal, são 136 cavalos e 6 marchas “para tocar” pouco mais de 1500 kg. Já o consumo, segundo a montadora, é de 11,1km/l na cidade com gasolina, mas no nosso teste, ele não passou de 9 km/l, o que nos leva a crer que ele estava abastecido com etanol. 

O acabamento é bom, e a mistura de 2 cores ficou bom e chama a atenção, lembrando as picapes de série especiais da Ford nos Estados Unidos. O forro de teto na cor preta deixa o carro mais glamuroso, e não esquenta mais.

Podemos dizer que o Ford Ka, deixou de ser o popular, já que conta com itens encontrados em modelos mais luxuosos.

Claro que a marca tenta amenizar os valores, mas mesmo assim, ainda é caro. 

Eu tenho um Ka SE 1.0 2017 no meu dia a dia e pude notar bastante a evolução do modelo, o silêncio e conforto por conta da suspensão mais elevada nesta versão, cerca de 39mm, absorvem melhor os remendos e buracos em algumas ruas de Campo Grande.

Itens como regulagem de altura de banco, 2 portas USB e comandos no volante deixam o trânsito mais agradável. Infelizmente não conseguimos viajar, para testar o modelo na estrada.

Veja o nosso vídeo com mais detalhes do Ka FreeStyle 2019 e não deixe de nos acompanhar nas redes sociais, como @correioveiculos e @correioestado.

 

 
  • (Leandro Gameiro/Correio do Estado)
  • (Leandro Gameiro/Correio do Estado)
  • (Leandro Gameiro/Correio do Estado)
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também