Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

MOTOMAIS

Coluna com dicas e novidades sobre motos

22 NOV 19 - 12h:00por Edmundo Dantas Agência AutoMotrix

Questão conceitual

            Cinco versões de motos-conceito foram apresentadas pela Honda no Salão Duas Rodas 2019, que acontece em São Paulo de 19 a 24 de novembro. Entre os modelos expostos para avaliar a aceitação do público estavam a Pop 110i Rally, inspirada no universo da Africa Twin, a Pop 110 Vintage, que reflete o cotidiano do surfe com inspiração em uma linha scrambler, a XRE 300 Adventure e a NC 750X Touring.


Honda CB1000R New Concept

Mas aparentemente o conceito que mais atraiu a atenção foi a CB 1000R New Classic. A versão conceitual do modelo lançado no Brasil em fevereiro deste ano ressalta ainda mais a linguagem café-racer, acrescentando detalhes exclusivos com estilo streetfighter, como pintura amarela de tanque e rodas.

 

 

 

Mais nervosa

        A Street Triple RS foi renovada pela Triumph, ganhou atualizações no motor e é um dos destaques do estande da marca no Salão Duas Rodas, que ocorre na capital paulista até 24 de novembro. A roadster usa a mesma base do modelo utilizado pela fabricante no Mundial de Moto2. Apesar de manter o motor tricilíndrico de 765cc e os 123 cavalos, a marca inglesa afirma que a entrega de força em rotações médias está 9% maior – agora, o torque atinge um pico de 8,05 kgfm a 9.350 rpm. Outro destaque está em seu visual, com novo desenho frontal. O painel também é novo, totalmente digital, com conexão com GoPro e navegação curva a curva. O lançamento no mercado nacional está previsto somente para o primeiro semestre do próximo ano. O preço ainda não foi definido.


Triumph Street Triple RS

 

Marketing heroico

        Graças à parceria entre a Yamaha e a Marvel, nove dos principais superheróis que fazem parte dos Vingadores se transformaram em motos conceito e estão expostas no estande da fabricante oriental no Salão Duas Rodas, que ocorre na capital paulista até 24 de novembro.


Yamaha MT-03 Ironman

Cinco modelos inspirados nelas serão comercializados a partir de 2020. Os projetos foram desenvolvidos pela Bendita Macchina e trazem representações do Homem de Ferro (MT-03), do Capitão América (Lander), do Pantera Negra (Fazer 250) e da Capitã Marvel (Fazer 250) – modelos que serão vendidos a partir do primeiro semestre de 2020 –, além do Homem-Aranha (NMax), do Thor (MT-07), do Homem-Formiga (Neo), do Rocket (Factor) e do Groot (Crosser). “Estas motos também marcam a estreia da Yamaha no universo geek. Pela primeira vez na história, teremos um estande na Comic Com Experience, que acontecerá no mês que vem, no espaço da Yamaha/Marvel, aqui neste mesmo local. Estamos, de muitas formas diferentes, trabalhando dentro do estilo único da Yamaha para gerar empolgação, emoção e laços, com a confiança que a nossa marca sempre transmitiu”, comemora Ricardo Enzo Susini, diretor Comercial da Yamaha Motor do Brasil.

 

Meio moto, meio andróide

        Vinda direto do Japão especialmente para o Salão Duas Rodas, a motocicleta conceitual Motoroid é um símbolo do futuro que a Yamaha imagina para a locomoção sobre duas rodas. O protótipo futurista, elétrico e semiautônomo é capaz de auxiliar o piloto em inúmeras situações, combinando avançadas tecnologias de reconhecimento de imagens, robótica e inteligência artificial. O Motoroid é capaz de reconhecer seu dono, interpretar seus comandos de voz e com ele interagir. Graças ao Active Mass Center Control System (AMCES), o modelo tem a capacidade de perceber a sua própria posição e ajustar o seu centro de gravidade de forma a ficar de pé sem qualquer ajuda.


Yamaha Motoroid

Por meio dessa tecnologia, o veículo de duas rodas consegue inclusive recolher o apoio lateral, levantar-se, e ir até o seu condutor, sozinho e sem qualquer tipo de ajuda. O modelo conceitual faz uso de inteligência artificial para reconhecer o rosto e os gestos do motociclista e, só então ligar o seu motor elétrico. Já a interface homem-máquina (HMI – Human Machine Interface) por meio do tato, visa a promover a comunicação não-verbal entre máquina e seu “dono”. Ao montá-la, o piloto será “abraçado” pela carenagem, equipada com componentes que recriam a sensação de toque, aplicando forças, vibrações e movimentos ao condutor e simulando da maneira mais fiel possível a interação entre os dois.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Disposta a inovar no segmento de vans, a Toyota lança a nova Granace no Japão
TRANSPONEWS

Toyota lança a nova Granace no Japão

O Salão de Los Angeles desfila no tapete vermelho do Convention Center modelos que estarão no mercad
PANORAMA

Confira lançamentos
de Los Angeles previstos para o Brasil

A Ninja H2 SX SE+, a sport-touring mais avançada já produzida pela Kawasaki, chega ao Brasil por R$
MOTONEWS

A Ninja H2 SX SE+, a sport-touring mais avançada já produzida pela Kawasaki

Confira o lançamento da Mini o John Cooper Works GP
CARNEWS

Confira o lançamento da Mini o John Cooper Works GP

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião