Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

CORREIO VEÍCULOS

Coluna CarMais

Coluna semanal com dicas e novidades sobre automóveis

16 AGO 19 - 10h:00DANIEL DIAS/Agência AutoMotrix

Chevrolet Cruze Premier

Ligado a bordo
O Cruze Premier, que chega em setembro, quando será divulgado seu preço, é o primeiro carro com Wi-Fi nativo do mercado brasileiro. A tecnologia exclusiva da Chevrolet proporciona conexão automática de alta velocidade para até sete dispositivos simultaneamente e a possibilidade de serviços conectados na tela do veículo, entre outras vantagens. “Estamos acostumados a acessar o Wi-Fi em casa, no trabalho, no restaurante. Por que não no carro? Estudos mostram que o brasileiro é um dos mais conectados do mundo e passa, em média, duas horas e meia por dia no trânsito de grandes centros. O Wi-Fi a bordo muda completamente a experiência do usuário do automóvel”, diz Carlos Zarlenga, presidente da GM América do Sul. Além de não precisar usar o plano de dados de seu smartphone para acessar a internet, o motorista do Cruze Premier tem à disposição uma intensidade de sinal doze vezes maior em deslocamentos. “Isso acontece pelo fato de a antena do veículo ser dotada de sistema de amplificação. O posicionamento dela sobre o teto também contribui para reduzir a perda de sinal proveniente de áreas de ‘sombra’, como são chamados os fenômenos que atrapalham a conexão. Quanto maior a velocidade de deslocamento, maior é a percepção da estabilidade de sinal que se tem a bordo do Chevrolet com Wi-Fi”, explica Rosana Herbst, diretora de Serviços Conectados da GM. Tanto na versão três volumes quanto na Sport6, a hatch, o Cruze é equipado com o motor 1.4 Ecotec turbo de 153 cavalos de potência associado à transmissão automática de 6 velocidades com opcional de trocas sequenciais na alavanca de câmbio. Neste ano, o Cruze ocupa a terceira posição entre os sedãs médios no país, com 10.504 unidades vendidas de janeiro a julho, atrás do líder Toyota Corolla e do Honda Civic.

Ford Territory

Para marcar território
A Ford confirmou o lançamento do Territory, SUV médio de nova geração, nos mercados do Brasil e da Argentina no próximo ano. O anúncio foi feito por Lyle Watters, presidente da Ford América do Sul, que destacou a importância do novo veículo dentro do processo de transformação do portfólio da marca. O Territory foi exibido no Salão do Automóvel de São Paulo no ano passado como teste de mercado. Desde então, vinha sendo apontado como forte candidato à ampliação da linha no Brasil. A reação positiva que o modelo recebeu tanto por parte do público quanto da rede de concessionárias foi determinante na decisão. “A resposta dos consumidores ao Territory foi excelente, principalmente nos aspectos chave de design externo e interno, espaço e tecnologia. Disse então ao nosso time que tínhamos de arregaçar as mangas e trazer rapidamente esse veículo para os consumidores da região. É uma satisfação confirmar agora que ele será lançado no Brasil e na Argentina em 2020”, comentou Watters. Desenvolvido pela Ford na China em parceria com a JMC, o Territory faz parte de uma nova geração de veículos com conceito avançado e tecnologias encontradas apenas em segmentos superiores. A conectividade é um de seus pontos fortes, com carregamento sem fio para celular, central multimídia e painel de instrumentos com telas de 10 polegadas e sistema de comunicação em tempo real com modem conectado ao FordPass que permite ao motorista travar, destravar, dar partida, localizar e obter informações de telemetria do carro remotamente. Mais detalhes do novo SUV, como motorização, versões e preços, serão divulgados mais próximo do lançamento.

Modelos clássicos da VW

Jeitinho brasileiro
“Feito no Brasil, Local de Nascimento”, esse lema marcou a exposição de modelos clássicos produzidos pela Volkswagen do Brasil na Alemanha. Um SP2, uma Brasília e uma Kombi última edição (com motor refrigerado a água) dominaram a cena em meio a uma série de modelos históricos da Porsche, da Audi, da Bentley e da Bugatti. “Em 2019, a Volkswagen do Brasil celebra os sessenta anos de inauguração da fábrica Anchieta, em São Bernardo do Campo (SP). Essa é uma ótima oportunidade para as pessoas visitarem o nosso museu, o ZeitHaus, na Autostadt”, afirmou Roland Clement, CEO da Autostadt, uma empresa do Grupo Volkswagen, em Wolfsburg. O ZeitHaus é o museu de automóveis mais frequentado da Alemanha. O Schloss Dyck Classic Days, o evento da Autostadt, destacou o SP2 1976, a Brasília 1980 e a Kombi Last Edition, de 2013. Aliás, uma Kombi muito especial, a primeira das 1.200 unidades produzidas na edição final do utilitário, em 2013. Para mostrar a versatilidade do conjunto e do chassi do Fusca, a exposição expôs também um Gurgel X-12 de 1978, um dos muitos modelos derivados da base do famoso “Besouro”.

BMW X2 M35i

Torque de esportivo
A BMW dá início ao período de pré-vendas do novo X2 M35i no Brasil, com preço de R$ 313.950. A reserva pode ser feita diretamente nas concessionárias autorizadas. Produzida na fábrica do BMW Group em Regensburg, na Alemanha, a nova versão oferece uma dinâmica de condução primorosa, desempenho de esportivo e design exclusivo. Inédito no Brasil e primeiro motor de quatro cilindros da M Performance, o propulsor 2.0 TwinPower Turbo tem potência máxima de 306 cavalos de 5 mil a 6.250 rpm, 114 cavalos a mais que a versão sDrive20i M Sport X. O torque de 46 kgfm de 1.750 a 4.500 rpm é um “coice”. Para garantir que esse poder seja transferido com segurança para o piso, o X2 M35i traz tração nas quatro rodas xDrive em conjunto com a transmissão Steptronic de 8 marchas, com Launch Control. Segundo a BMW, o carro acelera de zero a 100 km/h em apenas 4,9 segundos e atinge a velocidade de 250 km/h. O novo esportivo se une às versões sDrive18i GP (R$ 191.950), sDrive20i GP (R$ 211.950) e sDrive20i M Sport X (R$ 246.950) do modelo.

Audi A4 Avant
Audi A5 Sportback S-Line

Dose dupla
A Audi anuncia de uma só vez novidades para o mercado brasileiro: as novas versões da A4 Avant, uma das station wagons de maior sucesso no mundo, com preço disponível nas concessionárias a partir de R$ 219.990, mas os consumidores podem desfrutar de condições especiais por tempo limitado e adquirir o veículo a partir de R$ 209.990, e do A5 Sportback S-Line, a R$ 248.990 e também em oferta a partir de R$ 231.990. O motor 2.0 TFSI turbo, eleito o melhor no prêmio “International Engine of the Year” em 2019, equipa tanto a A4 Avant quanto o A5 S-Line, com 190 cavalos de potência e torque de 31 kgfm de 1.450 a 4.200 rpm, que leva a “perua” a acelerar de zero a 100 km/h em 7,3 segundos e à velocidade máxima de 240 km/h e o A5 Sportback S-Line, em 7,5 segundos e à final de 239 km/h. A transmissão de ambos é a Stronic de 7 velocidades, com dupla embreagem e trocas de marchas quase instantâneas.

Cinto de segurança para animais

O passeio do bicho
Ao rodar pelas ruas, avenidas e rodovias é comum encontrar veículos com os animais de estimação soltos no carro, no colo do motorista ou de um passageiro e com a cabeça para fora da janela. Mas o Cesvi Brasil (Centro de Experimentação e Segurança Viária) alerta que essa maneira de transportar os animais, além de ser proibida por lei, coloca em risco a integridade física do cão ou gato e de todos os ocupantes do carro. Segundo o especialista Emerson Feliciano, gerente sênior de Pesquisa e Conteúdo do Cesvi, o carro não foi projetado para transportar animais. “Caso haja a necessidade de sair com o pet de pequeno ou médio porte, uma das possibilidades é a utilização de caixas de transporte. Cintos, peitorais e coleiras também são efetivos”, comenta. Outra dica que pode deixar o transporte mais adequado e seguro aos animais é colocá-los dentro de bolsas acolchoadas ou com cintos de segurança desenvolvidos especificamente para eles. Todos esses acessórios devem ficar no banco traseiro, fixado pelo cinto de segurança ou apoiado no assoalho, impedindo que o animal distraia o motorista ou transite nos bancos da frente.

Sistema de freio ABS

Segurança na parada
Na frota produzida no Brasil a partir de janeiro de 2014, o freio ABS (Anti-lock Braking System) é um dos dispositivos de segurança mais importantes de um automóvel. Nos carros em que está associado ao EBD (Electronic Brake Distribution) e ao ESP (Electronic Stability Program), nem se fala! Alguns motoristas não sabem que para o sistema do ABS entrar em ação, o pedal de freio deve ser empurrado com toda a força possível, como uma “patada”. O ABS evita a derrapagem, mesmo em pista molhada, o travamento das rodas e garante a aderência segura nas frenagens de emergência, pois o carro segue em linha reta. Os principais componentes do ABS são o sensor (envia as informações de que as rodam estão perto de serem travadas), válvulas (liberam a pressão dos freios), a bomba (repõe a urgência) e a unidade controladora (monitora as outras peças). O freio ABS foi desenvolvido pela Dunlop para utilização em aviões no início dos anos 50. O primeiro carro a usar o sistema foi o Ford Thunderbird de 1969, apenas no eixo traseiro. O sistema de ABS atual foi elaborado pela Bosch em 1978, primeiramente, para os carros da Mercedes-Benz, depois, para os da BMW e se estendendo para os modelos japoneses.

De Lorean

Design à italiana
Há mais de um século, a Itália encanta e provoca o planeta pela originalidade e elegância visionária de seu design. Essa ousadia na criação de formas, a busca pela perfeição e a adaptação à funcionalidade será apresentada ao público de 13 de agosto a 3 de novembro em Belo Horizonte na exposição “Beleza em Movimento – Ícones do Design Italiano na Casa Fiat de Cultura”, na Praça da Liberdade, na capital mineira, de terça a sexta das 10 h às 21 h e sábados, domingos e feriados das 10 h às 18 h. A entrada é gratuita e a mostra reúne um impressionante acervo, composto por cem peças, entre obras de arte, automóveis, objetos, miniaturas e instalações de multimídia. Com curadoria de Peter Fassbender, comandante do Design Center Latam da Fiat Chrysler Automobiles (FCA), a exposição aborda os contextos cultural e social da Itália no Século 20, traçando diálogos entre arte e design. A narrativa da mostra se desenvolve a partir de cinco importantes ícones do design de automóveis, responsáveis por pautar novas estéticas das décadas de 10 a 60: casas Bertone, Touring Superleggera, Pininfarina, GFG Style e Zagato, que celebra seu centenário em 2019. A exposição contará com uma sala voltada ao colecionismo (miniaturas), com carros históricos como o Fiat 24CV (1906), o Ferrari Auto Avio Construzioni 815 (1940), o Alfa Romeo Giulia Sprint GTA (1965), o Lamborghini Countach (1973), o Maserati Levante (2017), a LaFerrari (2013), o Fiat 500 (2008), o Alfa Romeo 8C 2300 (1933), o Ferrari 250 GTO (1962), o Ferrari F40 (1987), o Volkswagen Passat (1973), o Fiat Uno (1983) e o famoso DeLorean DMC-12 de 1980, imortalizado na série do cinema “De Volta para o Futuro”. O público pode acompanhar ainda vídeos de duelos entre lendários pilotos da Fórmula-1, como Ayrton Senna, Nelson Piquet, Alain Prost, Nigel Mansell e Michael Schumacher.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Conheca os novos modelos HB20: Veja o vídeo.
CORREIO VEÍCULOS

Conheca os novos modelos HB20: Veja o vídeo.

C3 Picasso e Chery estão entre os carros mais desvalorizados no Brasil; Confira
EM 1 ANO

C3 Picasso e Chery estão entre os carros mais desvalorizados no Brasil

Teste da nova BMW R 1250 GS Adventure
CORREIO VEÍCULOS

Teste da nova BMW R 1250 GS Adventure

ONIX 2020: Inovação à toda prova
CORREIO VEÍCULOS

ONIX 2020: Inovação à toda prova

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião