Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CORREIO VEÍCULOS

Chevrolet Trailblazer Premier

O SUV vem com motores a gasolina e turbodiesel,<br> a partir de R$ 193.190
03/07/2019 08:28 - DANIEL DIAS/Agência AutoMotrix


Após o Equinox e o Tracker, a Chevrolet estende a versão Premier – sinônimo de topo de linha nos modelos da marca nos Estados Unidos – para o Trailblazer. O SUV de grande porte, originado da picape S10, passa a ser oferecido exclusivamente na nova configuração, com preço de R$ 193.190 e recursos que permitem ao veículo encarar trilhas mais radicais do fora-de-estrada e maior espaço, conectividade e conforto para até sete pessoas. O grande SUV da Chevrolet tem 4,88 metros de comprimento, 1,90 metro de largura e generosos 2,85 metros de entre-eixos. O compartimento de carga varia de 205 litros a 1.830 litros, dependendo da configuração dos bancos. O Trailblazer tem três fileiras de assentos em diferentes níveis de altura, proporcionando boa visibilidade para todos os passageiros. Mesmo quem está acomodado na parte traseira, conta com sistema de climatização individual e ajustável.

O utilitário esportivo mantém as duas opções de motorização, uma a gasolina com 279 cavalos de potência e torque de 35,7 kgfm e outra 2.8 turbodiesel de duzentos cavalos, 51 kgfm de torque e preço de R$ 235.990. Na versão a diesel, o Trailblazer conta com um inovador sistema que reduz os característicos ruídos e vibrações encontrados em veículos abastecidos com esse tipo de combustível. Trata-se do CPA (Centrifugal Pendulum Absorber), composto por seis pesos instalados dentro do conversor de torque para absorver as vibrações do conjunto motor-câmbio. A transmissão para as duas configurações é automática de 6 velocidades.

O Trailblazer Premier conta no pacote de segurança com itens como o serviço de notificação automática em caso de acidente e os alertas de desvio de faixa, de colisão frontal, de ponto cego e de movimentação traseira. O dispositivo de desvio de faixa tem uma câmera na parte superior do para-brisa que “lê” a via e emite um aviso toda a vez que o veículo sai involuntariamente da pista. Se o pisca estiver acionado, o sistema entende que a manobra é intencional e não entra em ação. Por meio do alerta de colisão frontal, o motorista pode estabelecer eletronicamente uma distância mínima em relação ao veículo à frente, podendo, por exemplo, ser avisado caso o outro automóvel sofra uma redução de velocidade repentina. Além de luzes vermelhas piscarem na base do para-brisa, um alarme soa pelos alto-falantes. O pacote de segurança traz ainda airbags frontais, laterais e de cortina e sistema Isofix para fixação de cadeirinhas infantis.

​Entre os itens de série, o Trailblazer traz ainda controles eletrônicos de tração e de estabilidade, assistentes de partida em rampas e de descida, acabamento premium da cabine, acendimento automático dos faróis por meio de sensor crepuscular, luz de condução diurna em led (DRL), sensor de chuva, direção com assistência elétrica progressiva, retrovisor interno eletrocrômico, partida remota do motor, câmera de ré com gráficos para auxílio em manobras, sensor de estacionamento dianteiro, vidros laterais com mecanismo de abertura e fechamento pela chave e sistema de áudio premium. O Trailblazer Premier está diponível nas cores Vermelho Edible Berries, Preto Ouro Negro, Cinza Graphite, Branco Summit, Prata Switchblade e Vermelho Chili.

Felpuda


As conversas vêm acontecendo muito, mas muito reservadamente mesmo, e dão conta de que suplente poderá receber convocação, assumir a titularidade do cargo e por lá ficar por tempo indeterminado. Como é óbvio, tem gente jurando que nunca ouviu nem sequer falar sobre o assunto. O motivo não seria nada ligado a possíveis atos de irregularidades, mas sim por problemas de ordem pessoal.