Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

CORREIO VEÍCULOS

CarMais

Coluna semanal sobre automóveis

11 JUN 19 - 09h:13DANIEL DIAS/Agência AutoMotrix

Sem muito alarde
As picapes compactas são muito populares no Brasil por serem uma opção mais acessível para quem busca um veículo com caçamba para o trabalho ou mesmo para o lazer. A Chevrolet, que estreou no segmento no início dos anos 80, está celebrando a marca de 750 mil unidades produzidas com o lançamento da linha 2020 da Montana. A unidade que representa o feito é um modelo na configuração de entrada (LS), que tem como destaques mais relevantes direção hidráulica de série e pelo menor consumo de combustível combinado da categoria, conforme dados do Inmetro. A caçamba, com capacidade de levar 756 quilos de carga útil, é também a maior entre as picapes compactas. A atual Montana é a sucessora da pioneira Chevy 500 (1983-1995), da Corsa Pick-Up (1995-2003) e da primeira geração do modelo (2003-2010). Com média de mil unidades emplacadas mensalmente em 2019, a Montana é a menos vendida do segmento – fica muito distante das 5.500 unidades mensais da líder Fiat Strada e das 3 mil unidades mensais da Volkswagen Saveiro. “Os maiores clientes são pequenos comerciantes (45%) e prestadores de serviços (25%) que necessitam transportar cargas leves em perímetro urbano com agilidade e baixo custo”, revela Marcelo Tezoto, diretor de Vendas Diretas da General Motors. A linha 2020 da Montana chega às concessionárias a partir deste mês de junho em cinco opções de cores, equipada com o motor 1.4 EconoFlex de até 99 cavalos e o câmbio manual de 5 velocidades.

Terra estrangeira
Com três anos de seu projeto de exportação, o Complexo Industrial da Nissan em Resende atingiu a marca de 50 mil carros produzidos para o mercado latino-americano. O modelo que alcançou esse número foi um Kicks Uefa Champions League, destinado para a Argentina. A fábrica no sul-fluminense foi inaugurada em abril de 2014 e já produziu mais de trezentos mil veículos no total. O projeto de exportação da unidade de Resende se iniciou em 2016, com a produção do March e do Versa, em diferentes versões. O primeiro país a receber os veículos foi o Paraguai. Em 2017, o crossover Kicks também passou a ser exportado. Atualmente, o complexo é um importante centro de exportação para a região e quase 20% da produção total da fábrica nos últimos cinco anos foi enviada ao mercado externo. “O marco de 50 mil veículos exportados confirma que o projeto vem acelerando ao longo dos últimos anos. Além disso, reforça a fábrica de Resende como um poderoso centro de produção e exportação da Nissan”, afirma Claudio Souza, gerente sênior de Exportação da Nissan do Brasil.

Onde as “peruas” sobrevivem
Revelada no Salão de Paris do ano passado, a Peugeot 508 SW estará disponível para alguns países da Europa a partir deste mês. A nova versão da station wagon dispõe da última geração do Peugeot i-Cockpit, com uma série de dispositivos de auxílio à condução, atendendo às mais recentes exigências do EuroNCAP, destacando um sistema de visão noturna infravermelho inédito no segmento e um regulador adaptativo acoplado ao auxílio de posicionamento em faixa, um importante passo rumo à automação veicular. A 508 SW conta com a nova geração de motores turbo PureTech e BlueHDi, com tecnologia SCR. São quatro versões a gasolina com motor PureTech 1.6 com 180 e 225 cavalos de potência e quatro a diesel BlueHDi 1.5 e 2.0 de 130, 160 e 180 cavalos.

Hiperelétrico
Primeiro modelo totalmente novo da Lotus em mais de 10 anos, o Type 130 será revelado mundialmente em um evento na cidade de Londres no dia 16 de julho. Após a primeira confirmação do projeto, em abril, durante o Salão de Xangai, na China, vários potenciais proprietários manifestaram interesse em comprar o carro. A Lotus confirma que apenas 130 exemplares estarão à venda, representando o número de modelos Type introduzidos pela fabricante nos 71 anos de história da marca britânica, surgida a partir da lendária equipe de Fórmula-1 fundada pelo visionário inglês Colin Chapman, morto em 1982. A Lotus revela ainda que o Type 130 está sendo produzido na Hethel, em Norfolk, sede da marca – atualmente controlada pela chinesa Geely – desde 1966. O nome 130 não é o definitivo para o modelo. A nomenclatura está ligada ao Projeto Omega para desenvolver um esportivo elétrico de alto desempenho em parceria com a Williams Engineering, igualmente britânica.

Ritmo acelerado
De acordo com dados divulgados pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), maio foi o melhor mês de vendas no mercado brasileiro neste ano. Com 234.173 unidades emplacadas, representou um aumento de 20,16% sobre o mesmo intervalo de 2018 entre carros e comerciais leves, os dois segmentos com maior volume de negócios sobre quatro rodas. Ante abril deste ano, o avanço foi de 5,81%. Em relação ao acumulado dos cinco primeiros meses, as vendas cresceram 11,10% em 2019 na comparação com o mesmo período do ano passado, com 1.035.481 unidades comercializadas. No “Top Ten” dos modelos, o Chevrolet Onix continuou reinando absoluto em maio e confirmou uma liderança de mais de quatro anos, com 22.279 mil unidades emplacas no mês e um acumulado no ano de quase cem mil veículos vendidos. Próximo da apresentação de sua nova geração, o Hyundai HB20 manteve a segunda colocação, com 10.111 exemplares emplacados, seguido pelo Ford Ka (9.484), pelo Renault Kwid (8.661), que se consolida nas primeiras colocações do ranking, pelo “eterno” Volkswagen Gol (8.317), pelo Chevrolet Prisma (7.136), pela Fiat Strada (7.136), pelo Volkswagen Polo (6.199), pela Fiat Toro (5.853) e pelo Jeep Renegade (5.754). Entre as fabricantes, a General Motors continuou na primeira posição, mas a Volkswagen se aproximou bastante em maio, enquanto a Fiat retomou o terceiro lugar, perdido no mês anterior. A marca norte-americana da gravatinha dourada vendeu 41.142 unidades no quinto mês do ano, com participação de mercado de 17,57%, seguida pela Volkswagen (38.591 e 16,48%), pela Fiat (31.480 e 13,44%), pela Renault (20.962 e 8,95%), pela Hyundai (19.241 e 8,22%), pela Toyota (18.987 e 8,11%), pela Ford (18.868 e 8,06%), pela Honda (11.966 e 5,11%), pela Jeep (10.864 e 4,64%) e pela Nissan (7.478 e 3,19%).

Reparando melhor
A Renault recebeu o título de Montadora Parceira do Setor de Reparação Independente 2019 durante a décima edição do Prêmio Sindirepa – Os Melhores do Ano, realizada na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), na Avenida Paulista. O prêmio foi entregue por Antônio Fiola, presidente do Sindicato da Indústria de Reparação de Veículos e Acessórios de SP (Sindirepa), para Gustavo Ogawa, diretor de pós-venda da Renault do Brasil. A iniciativa do Sindirepa destaca a atuação dos melhores parceiros do setor, fazendo com que os bons exemplos promovam melhoria geral do atendimento nas oficinas, e, consequentemente, na prestação de serviços a seus clientes. “Esse reconhecimento é fruto da proximidade da Renault junto ao mercado independente. Nossa visão é atender a todos os clientes, onde quer que façam o serviço. O título nos enche de orgulho e demonstra que estamos no caminho certo”, disse Ogawa. Para desenvolvimento e auditoria da pesquisa, o Sindirepa escolheu a Central de Inteligência Automotiva (Cinau), unidade do Grupo Oficina Brasil.

Defeito autônomo
A Ford convocou um recall envolvendo 4.660 unidades do Fusion ano/modelo 2013, 2014 e 2016 com motor 2.5 devido à possibilidade de o carro se movimentar sozinho depois de estacionado. Conforme a marca norte-americana, a bucha do cabo do seletor de marchas pode se deteriorar com o passar do tempo e não travar na marcha colocada pelo motorista. Com isso, é possível que o veículo não fique na posição de câmbio “P” (de “parking”, estacionado) e se mova sozinho se o motorista não acionar manualmente o freio de parada eletrônico. Como ainda não existe um conserto definido, a Ford recomenda aos proprietários dos carros envolvidos no recall a sempre acionarem o botão de freio de estacionamento eletrônico. A marca voltará a se comunicar com os proprietários tão logo uma solução definitiva seja encontrada. As unidades fabricadas de maio de 2012 a maio de 2013 têm chassi de DR100258 a DR313750. A produzidas de setembro de 2013 a maio de 2014 têm chassi de ER152895 a ER369909, enquanto as montadas de setembro de 2015 a abril de 2016 são de GR204382 a GR405419.

Bolsa inativa
A FCA – Fiat Chrysler Automobiles – está chamando os proprietários do Jeep Renegade de todas as versões anos/modelo 2018 e 2019 para agendarem seu comparecimento a uma concessionária para que seja providenciada a atualização do software da central do airbag visando a preservação dos seus parâmetros originais de fabricação. Segundo o Grupo, foi identificada a possibilidade de desconfiguração dos parâmetros de funcionamento do software da central, comprometendo o acionamento da bolsa e dos pré-tensionadores dos cintos de segurança em caso de acidente ou capotamento, aumentando o risco de danos físicos ao condutor e aos passageiros. Estão envolvidas na campanha de recall 37.723 unidades, com os números de chassi não sequenciais (últimos seis dígitos) de 184001 a 252736. O tempo mínimo para o reparo é de aproximadamente uma hora. Para consulta dos números do chassi envolvido ou para mais informações, o proprietário pode acessar o site www.jeep.com.br ou contatar a Central de Serviços ao Cliente Jeep pelo telefone 0800 703 7150. 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Disposta a inovar no segmento de vans, a Toyota lança a nova Granace no Japão
TRANSPONEWS

Toyota lança a nova Granace no Japão

O Salão de Los Angeles desfila no tapete vermelho do Convention Center modelos que estarão no mercad
PANORAMA

Confira lançamentos
de Los Angeles previstos para o Brasil

A Ninja H2 SX SE+, a sport-touring mais avançada já produzida pela Kawasaki, chega ao Brasil por R$
MOTONEWS

A Ninja H2 SX SE+, a sport-touring mais avançada já produzida pela Kawasaki

Confira o lançamento da Mini o John Cooper Works GP
CARNEWS

Confira o lançamento da Mini o John Cooper Works GP

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião