INTERNET

Veja o que esteve em alta no Google no Brasil em 2019

Veja o que esteve em alta no Google no Brasil em 2019
12/01/2020 02:00 - AGÊNCIA BRASIL


Copa América, tabela do Brasileirão, Gugu Liberato, vagas de emprego e Gabriel Diniz. O que os cinco temas tão diferentes tem em comum? Foram os principais assuntos buscados no Google no Brasil em 2019. A análise foi disponibilizada pelo Google Trends, a ferramenta do buscador que indica o que tem sido mais pesquisado pelos usuários de acordo com a localização em um determinado período.

Dentre as perguntas mais buscadas em 2019 em primeiro lugar ficou o WhatsApp, ou o motivo da rede de mensagens instantâneas ter parado de funcionar (Por que o WhatsApp parou de funcionar hoje?). A segunda pergunta foi um tanto curiosa “Por que são 21 tiros de canhão?”, que trata da homenagem que marca o início dos trabalhos do Legislativo. Na sequência, vieram as perguntas “Por que o Japão está na Copa América?” (a seleção asiática foi convidada pela federação sulamericana), um questionamento musical “Por que Carlinhos Brown saiu do The Voice?” (segundo a emissora em que o programa é exibido, a saída é normal e faz parte do “revezamento de técnicos”). Em último lugar, a pergunta foi de cunho religioso “Por que não comer carne na Sexta-Feira Santa?” (segundo a fé católica é um sacrifício que deve ser feito na quaresma).

Dentre os acontecimentos mais pesquisados no Brasil no último ano o futebol apareceu no topo com a Copa América em primeiro lugar seguida da Copa do Mundo de Futebol Feminino e Libertadores. Brumadinho ficou em quarto lugar e em quinto o Dia dos Professores. Para ver o que esteve em alta em 2019 no Brasil confira no link.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".