Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, segunda, 15 de outubro de 2018

COPA DO MUNDO 2018

Renato Augusto lembra do pai ao recordar tetra de 1994

14 JUN 2018Por DA REDAÇÃO20h:15

Tido como um dos homens de confiança do técnico Tite, Renato Augusto recordou o tetracampeonato mundial da Seleção Brasileira, nos EUA, em 1994. Embora muito novo, o camisa 8 do time canarinho recordou a euforia de seu pai logo após o Brasil superar a Itália nos pênaltis e dar fim a um jejum de 24 anos.

“No tetra, em 1994, eu era bem moleque, lembro do meu pai comemorando bastante. Não entendia muito o porquê, mas com certeza é uma memória muito agradável. Lembro do meu pai, a gente no sofá. Quando o Baggio bate o pênalti para fora, ele levanta comemorando, gritando, vi que o Brasil tinha vencido, mas não entendia o que era o Mundial. Hoje acho que tem uma grande ideia do que é isso”, afirmou Renato Augusto.

Campeão olímpico com a Seleção Brasileira, o jogador revelado pelo Flamengo sabe bem o que é conquistar um título de extrema relevância. Renato Augusto foi um dos comandados do técnico Rogério Micale que entraram para a história ao faturarem o único título que ainda faltava em sua galeria de troféus, as Olimpíadas.

Agora, o volante espera repetir o mesmo sucesso na Copa do Mundo. Fora do time titular após ser um dos pilares do time de Tite durante as Eliminatórias Sul-Americanas, Renato Augusto começará o Mundial torcendo pelos seus companheiros do banco de reservas, mas, ainda assim, espera dar alguma contribuição para que, enfim, o hexacampeonato seja conquistado.

“São coisas que a ficha demora a cair. Há pouco tempo estava na torcida, agora estou aqui. No futebol as coisas acontecem muito rápido. Espero poder trazer alegria”, concluiu.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também