Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

CLÁUDIO HUMBERTO

Vai sair uma reforma com uma economia acima de R$800 bilhões

3 OUT 19 - 05h:00Coluna Cláudio Humberto, Por Ana Paula Leitão e Teresa Barros

“Vai sair uma reforma com uma economia acima de R$800 bilhões”
Presidente da Câmara, Rodrigo Maia, sobre aprovação do texto-base da Previdência

Obsessão por Curitiba é de Lula e da namorada
Não é apenas o ex-presidente Lula quem bate pé para permanecer em Curitiba, recusando a progressão ao regime semiaberto. A namorada dele, Rosângela da Silva, “Janja”, que ganhou uma boquinha em Itaipu Binacional, no governo dele, também tenta postergar sua transferência da capital paranaense para Foz do Iguaçu. Janja foi nomeada em 2005 para trabalhar na área de “responsabilidade social” da estatal, mas a conveniência do local de trabalho e da prisão de Lula está por um fio.

Bolsos cheios
Sem concurso público ou qualquer processo seletivo, a namorada de Lula recebe R$17 mil mensais, o dobro da média salarial de Itaipu.

Daqui não saio
A mudança para a sede em Foz do Iguaçu começou em julho e Janja é um dos 76 funcionários agarrados como carrapatos a Curitiba.

Dias contados
A namorada de Lula terá até o dia 20 de janeiro de 2020 para a mudança. Ou terá de largar a boquinha de uma vez e viver de amor.

São uns maldosos
Bomba nas redes sociais a teoria de que Lula quer continuar preso, não pela lorota de “prisão política”, mas como desculpa para não casar.

STF legislador cria regra para lei das delações
A regra criada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), estabelecendo que o réu delatado deve apresentar alegações finais após as alegações do delator, inexistente na Lei das Delações de 2013, reitera o papel legislador exercido pelos seus ministros. A nova invenção do STF, mera tecnicalidade jurídica, pode favorecer a anulação de pelo menos 32 condenações na Lava Jato e centenas de outras, Brasil afora.

É só para protelar
Inquietante, na decisão do STF, é que não há dúvida sobre a culpa dos condenados. A nova regra apenas cria outro instrumento protelatório.

Conta outra...
Toffoli e Lewandowski alertaram que o réu tem o direito de contestar as provas. Deveriam saber que não há produção de provas em alegações.

Nunca ousaram tanto
Marco Aurélio e Edson Fachin foram certeiros: na condenação dos ladrões, a lei não previa essa regra, agora criada para beneficiá-los.

Picaretagem cubana
O programa “Mais Médicos”, invenção do PT para financiar a ditadura de Cuba, vai custar ainda mais caro ao Brasil. Médicos cubanos que chegaram aos Estados Unidos, como planejavam, agora processam o Brasil, e não a Cuba, que picaretagem, por “trabalho escravo”.

MPF de olho
As recentes dúvidas sobre a lisura do processo eleitoral do Conselho Federal de Farmácia levou a uma “Notícia de Fato” junto ao MPF e a análise da denúncia está com a procuradora Anna Carolina Maia.

Corpo fechado no STF
O ministro Gilmar Mendes parece ter “corpo fechado”. Deltan Dallagnol foi alvejado pela “vaza jato”, Rodrigo Janot atingido pelo próprio plano de matar o ministro e agora o auditor da Receita Federal, Marco Aurélio Canal, que o investigou ilegalmente, é preso por chefiar uma quadrilha.

Velho metido
A FAB exibirá um dos seus “milagres” na tradicional cerimônia de troca da bandeira, domingo (6), na Praça dos Três Poderes: o velho caça F-5, que completará 45 anos em fevereiro ainda fazendo seus rasantes.

Perpétua, finalmente
O deputado Bibo Nunes (PSL-RS) aproveitou a sessão do Congresso e contou a piada que viralizou no Twitter nesta quarta. “Lula diz que fica preso até provar que é inocente, e inaugura prisão perpétua no Brasil”.

Suécia não é mãe
Se isso ocorresse por aqui, os suecos certamente fariam deboche do Brasil: um morador de Tyresö, Suécia, foi condenado por estuprar a própria filha, além de fotografá-la no banho. Pegou apenas 2 anos e 8 meses de prisão porque alegou um tipo de sonambulismo.

Mais segurança
Ao menos no DF, empresas que enviam técnicos às casas de clientes, como telefonia e TV a cabo, terão que dar nome do técnico e placa do carro. A nova lei visa coibir que bandidos se passem por funcionários.

Deu certo
Após a crise de 2008, Portugal decidiu flexibilizar as leis trabalhistas e estimular contratações. Para o advogado Cássio Faeddo, o período de experiência, até 240 dias, quase o triplo do Brasil, é o maior exemplo.

Pensando bem...
...para convencer Janot a aceitar o convite para falar na Câmara, basta os deputados falarem que a audiência será na “farmacinha”.

PODER SEM PUDOR

Cafezinho impertinente
O jornalista Aparício Torelli, o “Barão de Itararé”, terror dos poderosos, foi preso em 1935 e levado à presença do juiz Castro Nunes. “A que o sr. atribui a sua prisão, seu Aparício?” Ele coçou o queixo e respondeu: “Tenho pensado muito, excelência, e só posso atribuí-lo ao cafezinho.” O juiz se espantou: “Como assim?” O Barão de Itararé explicou: “Eu estava no Café Belas Artes, tomando o meu oitavo cafezinho e pensando em minha mãe, que sempre me advertiu contra o excessivo consumo de café. Nesse momento, chegaram os policiais e me deram voz de prisão. Só pode ser um castigo pelo abuso do cafezinho...”

___

Com André Brito e Tiago Vasconcelos

www.diariodopoder.com.br

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

CLÁUDIO HUMBERTO

Desgasta o presidente ter filhos com mania de serem príncipes

CLÁUDIO HUMBERTO

Não há risco de desidratação maior [na reforma da Previdência]

CLÁUDIO HUMBERTO

Tais operações em nada beneficiaram o Brasil

CLÁUDIO HUMBERTO

O MDB não é nenhum tribunal

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião