Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

CLÁUDIO HUMBERTO

Nós vamos chegar ao responsável

26 OUT 19 - 06h:00Coluna Cláudio Humberto, Por Ana Paula Leitão e Teresa Barros

“Nós vamos chegar ao responsável”
Vice-presidente Hamilton Mourão sobre o despejo criminoso de petróleo no mar

Alcolumbre faz do Amapá sua própria Mombaça
A viagem ao exterior do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, atendeu o interesse provinciano do presidente do Senado, Davi Alcolumbre, de assumir o Planalto para promover a própria “Mombaça”. Confirmando o velho princípio de “meu reino é minha província”, ele pegou o avião presidencial e foi a Macapá inaugurar um parque e assinar um decreto regulamentando a transferência de terras da União para seu Estado.

Regra ridícula
A Constituição mantém regra dos tempos do império de substituir o presidente em viagem ao exterior pelo sucessor imediato. Ridículo.

Papagaiada
Como o vice Mourão e Rodrigo Maia viajaram, o presidente do Senado acabou virando o chefe da Nação sem ter sido eleito para isso.

Sobrou para nós
O custo das viagens de Hamilton Mourão e Rodrigo Maia deveriam ser incluídos nos custos da presidência interina de Alcolumbre.

Mombaça fez escola
Nascido em Mombaça (CE), Paes de Andrade presidia Câmara quando assumiu o Planalto por uns dias e foi exibir a interinidade na província.

Navio do Greenpeace esteve na área do despejo
O navio “Esperanza” da ONG Greenpeace chegou ao porto Degrad des Cannes (Guiana Francesa) em 28 de agosto. Saiu no dia 30 e passou onze dias no mar, voltando no dia 10. As manchas de óleo começaram a aparecer no litoral do Nordeste em 2 de setembro. O navio saiu outra vez da Guiana Francesa no dia 12, passou quinze dias sem atracar em qualquer porto até voltar no dia 27. Os dados são públicos e estão em sites como o My Ship Tracking, que monitoram navios em circulação.

Longa viagem
Após sete dias ancorado em Degrad des Cannes, o “Esperanza” iniciou em 5 de outubro viagem pela costa brasileira, com destino ao Uruguai.

Estudo de corais
Procurado, o Greenpeace explicou que estava na região para “estudar os Corais da Amazônia”, na companhia de cientistas franceses.

Em silêncio
Indagada sobre se a equipe do “Esperanza” testemunhou nas viagens algo que ajudasse a explicar o mistério do óleo, a ONG não respondeu.

Deveria ser investigado
Deram-se mal os 120.000 consumidores que acreditaram na seriedade da Aneel e investiram em geração de energia solar em casa ou na empresa. As distribuidoras de energia, que mandam no pedaço, fizeram a “agência reguladora” decidir mudar regras. Que vergonha.

Todo roubo será perdoado?
A virada de casaca do STF beneficiará outros presidiários ilustres, além de Lula. Gente da laia de Delúbio Soares, José Dirceu, João Vaccari Neto, André Vargas, Eduardo Cunha, Sérgio Cabral e mais trinta.

País bandido
O cinema nacional segue a mania de homenagear a bandidagem. Agora é a série “A Irmandade”, que vai piorar muito a programação do Netflix, cuja má qualidade, aliás, se acentua cada vez mais. A série é inspirada na organização criminosa que toca o terror nos presídios.

Amigos cordiais
Durante o voto que deve livrar o presidiário Lula da cadeia, o ministro do STF Ricardo Lewandowski fez uma saudação ao deputado Paulo Texeira (SP), que foi líder e vice-líder do PT nos governos Lula e Dilma.

Pisando duro
A deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) chegou ao Anexo IV da Câmara pisando duro, nesta sexta (25). Não cumprimentou ninguém e nem olhou para o lado. Ela passa por momentos de grande tensão.

Ele acertou
O ex-presidente José Sarney adora quando lembram a estabilidade do casamento com d. Marly. Estão juntos há 65 anos. É o único presidente da nossa História recente que não foi casado ao menos duas vezes.

Marun em Itaipu
Ex-ministro do governo Michel Temer, Carlos Marun participou nesta sexta, em Foz do Iguaçu (PTR), da primeira reunião do conselho da Itaipu Binacional, após a decisão judicial que o reconduziu ao cargo.

Novos negócios
Segundo cálculo do Salão Internacional de Transporte Rodoviário de Cargas, foram gerados R$8,5 bilhões em oportunidades de negócios durante o evento. Participaram 450 marcas e executivos de 55 países.

Pergunta na ideologia
Por que faz tanto sucesso no noticiário os protestos no Chile e não os protestos contra Evo Morales na Bolívia?

PODER SEM PUDOR

Defunto eleitor
Quando fez campanha para deputado estadual no Rio Grande do Sul, em 1974, reza a lenda que Elias Bainy adotou como estratégia percorrer velórios em Pelotas. Chegava de mansinho, com ar consternado, e cumprimentava os familiares do falecido. Um dia chegou atrasado a um velório, mas a tempo de segurar a alça do caixão. Reconheceu, ao lado, na outra alça, o irmão de um adversário, que, de tão triste, parecia conhecer o morto. Bainy cochichou: “Quem é o finado ilustre?” O homem foi de uma sinceridade desconcertante: “Não sei, mas a família é numerosa e quase todos têm idade de votar.”

___

Com André Brito e Tiago Vasconcelos

www.diariodopoder.com.br

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

CLÁUDIO HUMBERTO

Nós estamos no mesmo patamar de Nova York, de Paris e Madri

CLÁUDIO HUMBERTO

Brasil faz comércio com o mundo tudo

CLÁUDIO HUMBERTO

Seguirei pessoalmente empenhado em reerguer nossa economia

CLÁUDIO HUMBERTO

Estamos conversando com a China

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião