Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

CLÁUDIO HUMBERTO

“Muito fácil dizer que é perseguição. Difícil é explicar os fatos”

22 NOV 19 - 05h:00Coluna Cláudio Humberto, Por Ana Paula Leitão e Teresa Barros

“Muito fácil dizer que é perseguição. Difícil é explicar os fatos”
Ministro Sérgio Moro (Justiça), ex-juiz que condenou Lula por corrupção e lavagem

STF decide após consultas a grupo internacional
É lorota a alegação de que do Supremo Tribunal Federal pode levar o Brasil à “lista cinza” (“negra” virou expressão politicamente incorreta) do Grupo de Ação Financeira contra a Lavagem de Dinheiro e o Financiamento do Terrorismo (Gafi/FATF). O Ministro Dias Toffoli emitiu sinais e garantias de que nada afetará os compromissos do Brasil no combate à corrupção. Há 15 dias, ele até mandou a Paris três assessores de alto nível para uma conversa franca com o Gafi.

Olho-no-olho
Nove dias depois da reunião de Paris, Toffoli recebeu em Brasília, para um olho-no-olho, o eslavo Drogo Kos, dirigente do Gafi. Tudo em paz.

Escalão avançado
Toffoli mandou a Paris uma comissão formada por um juiz federal, um diplomata e um advogado, para a conversa esclarecedora com o Gafi.

OCDE na agenda
Os assessores do STF foram também à sede da OCDE, por acaso no mesmo prédio do Gafi, para idênticos esclarecimentos. Tudo certo.

Freio de arrumação
O “freio de arrumação” do STF, segundo Toffoli, teve o objetivo de impedir “investigações de gaveta para assassinar reputações”.

Novo partido avisa: é de direita, mas democrático
O presidente Jair Bolsonaro fez questão de definir claramente a cor ideológica do Aliança pelo Brasil, partido que criou nesta quinta (21). “Trata-se de um partido de direita”, afirma o secretário-geral Admar Gonzaga, ex-ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), “que fique bem claro!” Quando criados, os mais de trinta partidos no Brasil sempre citaram “compromissos sociais” para fingir que não são conservadores. O Aliança nasce com a pretensão de se transformar no maior do País.

Compliance
Em seu programa, o partido anunciou que será o primeiro a adotar regras de compliance, como uma blindagem à corrupção.

Defesa da família
O partido será conservador nos costumes, na defesa da vida, da família com o “combate à ideologia de gênero e à erotização da infância”.

Defesa da democracia
A defesa da democracia é outro princípio do novo partido, diz Admar Gonzaga. Ser de direita, lembra ele, não é atentar contra a democracia.

Coisa feia, d. Merkel
É da Alemanha, que adora ditar regras de comportamento ao Brasil, o navio Voyager I, principal suspeito de derramar petróleo venezuelano no litoral do Brasil. Uma vergonha para a chanceler Angela Merkel. A Marinha recebeu com reservas o trabalho de pesquisadores da Ufal.

Ataques sintomáticos
Novamente a deputada Maria do Rosário (PT-RS) foi flagrada em vídeo em ataque quase histérico, na Câmara. Os petistas deveriam se compadecer e cuidar da companheira. Ela não está bem.

Única prioridade
O deputado José Nelto (GO), líder do Podemos, anunciou que o partido ficará em obstrução até a votação da PEC da prisão após 2ª instância. “Não dá para entrarmos em 2020 sem resolver essa questão”, disse.

Sem chances
O Prêmio Ranking dos Políticos listou 30 deputados e 5 senadores com melhores desempenhos considerando votações, presença e gastos da cota parlamentar. E uma curiosidade salta aos olhos: nenhum é do PT.

Vasos comunicantes
Antonio Palocci revelou que o PT pagou pesquisas do Vox Populi com dinheiro de propina. Nesta quinta (21), por coincidência, dirigentes do do instituto foram condenados junto com Fernando Pimentel (PT).

Metade do dobro
São 13% os consumidores já fazem compras na “Black Friday”, que se estendeu por todo o mês, diz pesquisa Social Miner. Metade dos brasileiros caiu no conto que, a rigor, é “tudo pela metade do dobro”.

Rio continua o mesmo
O entrevero entre Bolsonaro e o governador Wilson Witzel lembra episódio envolvendo então ministro da Justiça Torquato Jardim, que acusou a PM fluminense de ter comandantes indicados pelo crime organizado. Pezão estrebuchou, mas ficou tudo por isso mesmo.

O mundo não acabou
Faltam apenas 38 dias para o fim do ano e, apesar de todos os alertas daqueles que achavam que o mundo ia acabar após a eleição presidencial do ano passado, o País sobrevive. Até melhorou.

Pensando bem...
...os fundões partidário e eleitoral são, na prática, excludentes de ilicitude com o contribuinte.

PODER SEM PUDOR

Cabrinha demagogo
Ramiro Pereira era atuante vereador em São José da Lage (AL) quando, mais uma vez, envolveu-se em bate-boca com um colega. “Vossa excelência é um demagogo!” – atacou. Seu oponente já ia responder, mas, sabedor das limitações de Ramiro, optou por tentar revelá-las: “O que é um demagogo, nobre vereador?” Ramiro não contou conversa: “Sei não, mas deve ser um cabrinha safado assim da sua marca!” A sessão quase acaba em pancadaria.

___

Com André Brito e Tiago Vasconcelos

www.diariodopoder.com.br

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

CLÁUDIO HUMBERTO

“É fundamental para que o sistema de justiça funcione”

CLÁUDIO HUMBERTO

“Serve apenas para sustentar um Estado ineficiente e, muitas vezes, corrupto”

CLÁUDIO HUMBERTO

“O mundo se encontra em um ponto de mutação”

CLÁUDIO HUMBERTO

“Cenas medievais”

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião