Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

SAÚDE

Queimaduras em crianças: atualização sobre os primeiros socorros

6 OUT 19 - 05h:00BEM ESTAR

Uma fração de segundo de descuido é o suficiente para uma criança se queimar em casa. Uma panela quente, um ferro de passar roupa, um forno aberto, água muito quente em qualquer recipiente em cima da mesa...tudo, enfim, que usamos no nosso dia a dia pode causar queimaduras – algumas graves- em crianças que perambulam pela casa enquanto pais e cuidadores estão concentrados em suas tarefas.

Por isso, é importante sabermos exatamente o que fazer e, principalmente, o que não fazer. Tomar as atitudes corretas ajudam demais. Tomar atitudes erradas, ainda que bem intencionadas, pode piorar uma situação difícil.

Para lembrar, as queimaduras podem ser de primeiro, segundo ou de terceiro grau. As de primeiro grau são as mais brandas. A pele queimada fica vermelha, “ardida” e muito dolorida. A de segundo grau tem como característica principal a formação da bolha. Dói muito também. A de terceiro grau, por sua vez, é a mais grave. É aquela em que a queimadura foi muito profunda, lesionando a pele e expondo regiões mais internas. É extremamente dolorosa.

Os primeiros socorros em caso de queimaduras são extremamente importantes, principalmente para aliviar a dor.

O que fazer?

Colocar a região afetada em água corrente e fria. Não há dúvida sobre isso. A novidade é que um estudo recém publicado em uma revista médica (Annals of Emergency Medicine) estudou o tempo em que se deve expor a região queimada a água fria. Para isso avaliaram 2.495 crianças, com uma idade média de 2 anos de idade, que sofreram queimaduras. Os resultados foram importantes: quem colocou a região afetada em água fria corrente por mais de 20 minutos obteve mais benefícios do que os que colocaram por menos de 20 minutos.

Isso significa que os que ficaram mais de 20 minutos com a região queimada embaixo da água fria corrente necessitaram de menos enxertos de pele, menor acometimento de regiões mais profundas da pele, menor necessidade de hospitalização e de intervenções cirúrgicas.

O que NÃO fazer em caso de queimaduras: colocar quaisquer outros produtos diferentes da água como, por exemplo, manteiga, pasta de dente, óleos ou pomadas não específicas. Tudo isso pode piorar a lesão da queimadura.

Simples assim: em queimaduras caseiras em crianças, coloque a área afetada embaixo da água fria corrente por pelo menos 20 minutos e procure orientação médica assim que possível.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Envolvimento de agentes de saúde pode acelerar diagnóstico de câncer

BRASIL

Tratamento para doenças raras precisa de investimentos em pesquisa

SAÚDE

Pode entrar na água depois de comer? pediatras tiram dúvidas das crianças sobre saúde

BRASIL

1 em cada 4 adolescentes brasileiros é dependente de Internet, aponta estudo

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião