Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

SAÚDE E BEM ESTAR

Os perigos dos falsos emagrecedores

Produtos aparentemente naturais podem conter substâncias presentes em remédios para emagrecer

5 OUT 19 - 23h:00BEM ESTAR

Muitas pessoas compram remédios ditos naturais para emagrecer porque têm medo dos remédios que realmente têm essa indicação. Entretanto, esses produtos “naturais” podem conter substâncias presentes em remédios para emagrecer em grande quantidade, como sibutramina e efedrina.

A equipe da NSC TV, afiliada da TV Globo em Florianópolis, investigou por cinco meses, como e onde são encontrados esses remédios ditos naturais que prometem milagres. Na investigação, a equipe descobriu casos em que as mulheres tinham tomado falsos emagrecedores. Duas morreram e uma sobreviveu depois de ficar internada na UTI.

O endocrinologista Bruno Halpern fala sobre os riscos do uso de remédios para emagrecer, sem orientação:

Enjoo

Arritmia cardíaca

Pressão alta

Interação com outros remédios

Irritabilidade / depressão / alterações psíquicas em geral

Halpern explica que o uso de remédios para emagrecer é seguro. Entretanto, precisa ter um acompanhamento médico. É preciso monitorar os efeitos colaterais, definir tempo de uso, dose. Além disso, o remédio não faz milagre, e precisa ser associado às mudanças de estilos de vida, como atividade física e alimentação saudável.

 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Envolvimento de agentes de saúde pode acelerar diagnóstico de câncer

BRASIL

Tratamento para doenças raras precisa de investimentos em pesquisa

SAÚDE

Pode entrar na água depois de comer? pediatras tiram dúvidas das crianças sobre saúde

BRASIL

1 em cada 4 adolescentes brasileiros é dependente de Internet, aponta estudo

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião