Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

MINISTÉRIO DA SAÚDE

Mato Grosso do Sul receberá R$ 575 mil para vigilância em Saúde

Recurso é para municípios que atingiram metas do Ministério da Saúde
25/09/2019 19:22 - GLAUCEA VACCARI, COM AGÊNCIAS


 

Mato Grosso do Sul irá receber mais de meio milhão do Ministério da Saúde, por meio do Programa de Qualificação das Ações de Vigilância em Saúde.Estados e municípios que fizeram adesão tiveram os resultados avaliados e agora receberão financiamento e apoio técnico para implementação de iniciativas que garantam melhoria das ações de vigilância em saúde.

No Estado, recurso será de R$ 575.692,28, concedido às gestões locais que aderiram ao Programa e atingiram as metas. Dos 79 municípios de MS, 80% atingiram 90% das metas.

O planejamento e monitoramento das ações de vigilância em saúde são parte das atividades de aperfeiçoamento do Sistema único de Saúde (SUS).

Com o Programa são pactuados compromissos e definidas responsabilidades a serem assumidas pelos governos municipal, estadual e federal, além de reconhecer as boas práticas de gestão com repasse de recursos.

Dentre as metas, as localidades contempladas devem ter 90% de registros de óbitos alimentados no Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM) até 60 dias após o final do mês de ocorrência, assim como o registro de nascidos vivos no Sistema de Informação de Nascidos Vivos (Sinasc).

Outra meta é priorizar a cobertura vacinal do Calendário Nacional de Vacinação para crianças menores de 1 ano de idade (Pentavalente - 3ª dose, Poliomielite - 3ª dose, Pneumocócica 10 valente - 2ª dose) e para crianças de 1 ano de idade (tríplice viral - 1ª dose).

Além disso, Estado e municípios devem cumprir meta de 80% de salas de vacina com alimentação mensal das doses de vacinas aplicadas e da movimentação mensal de imunobiológicos, no sistema oficial de informação do Programa Nacional de Imunizações de dados individualizados, por residência, dentre outras metas relacionadas às principais ações do campo de atuação da vigilância em saúde.

Felpuda


Figurinha começou a respirar aliviada, embora ainda esteja na corda bamba. Isso porque mudou de mãos o processo cuja sentença poderá mandá-la para casa definitivamente. Assim, pela “jurisprudência” com a qual o “analista” é conhecido, pode ser que o resultado seja bastante favorável, permitindo que a então desesperada pessoa continue com o assento em Brasília. Vamos ver!