Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Violência

Mãe encontra filho morto, amarrado em apartamento no Jardim Leblon

Possível latrocínio teria ocorrido durante a madrugada de ontem

5 NOV 18 - 07h:04RENAN NUCCI

Luiz Roberto Pereira dos Santos, de 26 anos, foi encontrado morto na noite de ontem, dentro de um apartamento localizado em condomínio na Rua Napoleão Marques de Siqueira, no Jardim Leblon, em Campo Grande. 

Ao chegar em casa por volta das 21h33, a mãe se deparou com o filho amarrado pelas mãos e pés e com a boca amordaçada. A suspeita é de que tenha sido asfixiado. Não é descartada hipótese de latrocínio.

De acordo com a Polícia Civil, a casa estava toda revirada, apontando que o suspeito estivesse procurando algo específico. Equipes da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) da Vila Piratininga e do Grupo de Operações e Investigações (GOI) trabalham no caso. 

Testemunhas disseram que, durante a madrugada do domingo, ouviram barulhos como se alguém estivesse sendo agredido. Além, outras pessoas alegaram terem ouvido na direção do bloco 5 um homem dizendo: "Tio, não faz isso comigo. Somos parentes. Porque está fazendo isso. Socorro".  

A polícia registrou o caso como morte a esclarecer, mas não há indícios de que Roberto tenha sido morto durante roubo (latrocínio).
 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Comissão aprova proposta de prisão a quem deixar de vacinar crianças
SAÚDE

Comissão aprova proposta de prisão a quem deixar de vacinar crianças

SAÚDE

Número de usuários de canabidiol sobe 9 vezes em 4 anos

Bolsonaro elogia liberação da venda de remédios à base de maconha
DECISÃO DA ANVISA

Bolsonaro elogia liberação da venda de remédios à base de maconha

Bolsonaro: autorização de Cannabis pela Anvisa vai melhorar tratamento
SAÚDE

Bolsonaro: autorização de Cannabis pela Anvisa vai melhorar tratamento

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião