Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

SAÚDE

Bebidas muito quentes aumentam o risco de câncer na boca, língua e esôfago

Estudos indicam que temperaturas acima de 65ºC são perigosas para a boca

20 JUL 19 - 20h:00G1

Ingerir bebidas muito quentes (acima de 65ºC) pode aumentar o risco de câncer de esôfago. É o que sugerem alguns estudos. Fumar e ingerir bebidas alcoólicas ainda são as principais causas desse tipo de câncer. Entretanto, a maioria dos casos da doença ocorrem em continentes onde é comum o consumo de bebidas muito quentes.

“O alimento quente, mesmo tendo tolerância, é um fator agressor. Ele pode levar eventualmente até a doenças mais sérias, como câncer de cavidade oral ou de língua”, explica o otorrinolaringologista Ali Mahmoud. O câncer de boca e de língua é mais comum em lugares onde as pessoas tomam bebidas quente, como na região sul.

Para minimizar os riscos, o Instituto Nacional do Câncer (Inca) orienta as pessoas a consumirem bebidas com temperatura inferior a 60ºC. Para chegar nessa temperatura, desligue o fogo quando iniciar a formação de bolhas gasosas no fundo da panela ou chaleira e espere cinco minutos antes de colocá-la na garrafa térmica ou consumir a bebida.

Como a temperatura afeta a saúde?

Quem nunca ouviu que quem está com dor de garganta não pode beber gelado? Mas isso é verdade? “É melhor evitar a bebida gelada. Quando a garganta está inflamada, as defesas do organismo estão trabalhando para tratar essa inflamação”, explica a consultora e pediatra Ana Escobar.

Também é mito que as bebidas quentes aliviam a dor de garganta. O calor faz uma vasodilatação e pode diminuir a inflamação, mas nem sempre isso acontece. “É sempre melhor consumir bebidas em temperatura ambiente, nem muito quentes e nem muito frias”.

Quem tem estomatite deve optar por bebida em temperatura ambiente, nem quente e nem gelada. “A estomatite são lesões na mucosa da boca causadas, em geral, por vírus. Essas lesões deixam as terminações nervosas mais expostas e bebidas muito geladas ou quentes podem causar dor”, alerta a pediatra.

E você sabe qual a relação do sorvete com operação na garganta? O sorvete faz parte da recuperação da retirada das amígdalas, por exemplo. Como o local fica inflamado, inchado e dolorido, o sorvete ou o gelo são um excelente anti-inflamatório e analgésico. Eles aliviam a dor e diminuem a inflamação.

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Ministro da Saúde anuncia multivacinação para outubro
CAMPANHA

Ministro da Saúde anuncia multivacinação para outubro

Mulher de 34 anos é a 22ª vítima <br>de gripe em Campo Grande
BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO

Mulher de 34 anos é a 22ª vítima de gripe na Capital

Com falta de tetraviral, prefeitura improvisa com dose conjugada
SAÚDE

Com falta de tetraviral, Saúde improvisa com dose conjugada

Técnica de retirada de células-tronco a partir do dente de leite será debatida em MS
MEDICINA REGENERATIVA

Técnica de retirada de células-tronco a partir do dente de leite será debatida em MS

Mais Lidas