Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

SAÚDE

Bebidas muito quentes aumentam o risco de câncer na boca, língua e esôfago

Estudos indicam que temperaturas acima de 65ºC são perigosas para a boca

20 JUL 19 - 20h:00G1

Ingerir bebidas muito quentes (acima de 65ºC) pode aumentar o risco de câncer de esôfago. É o que sugerem alguns estudos. Fumar e ingerir bebidas alcoólicas ainda são as principais causas desse tipo de câncer. Entretanto, a maioria dos casos da doença ocorrem em continentes onde é comum o consumo de bebidas muito quentes.

“O alimento quente, mesmo tendo tolerância, é um fator agressor. Ele pode levar eventualmente até a doenças mais sérias, como câncer de cavidade oral ou de língua”, explica o otorrinolaringologista Ali Mahmoud. O câncer de boca e de língua é mais comum em lugares onde as pessoas tomam bebidas quente, como na região sul.

Para minimizar os riscos, o Instituto Nacional do Câncer (Inca) orienta as pessoas a consumirem bebidas com temperatura inferior a 60ºC. Para chegar nessa temperatura, desligue o fogo quando iniciar a formação de bolhas gasosas no fundo da panela ou chaleira e espere cinco minutos antes de colocá-la na garrafa térmica ou consumir a bebida.

Como a temperatura afeta a saúde?

Quem nunca ouviu que quem está com dor de garganta não pode beber gelado? Mas isso é verdade? “É melhor evitar a bebida gelada. Quando a garganta está inflamada, as defesas do organismo estão trabalhando para tratar essa inflamação”, explica a consultora e pediatra Ana Escobar.

Também é mito que as bebidas quentes aliviam a dor de garganta. O calor faz uma vasodilatação e pode diminuir a inflamação, mas nem sempre isso acontece. “É sempre melhor consumir bebidas em temperatura ambiente, nem muito quentes e nem muito frias”.

Quem tem estomatite deve optar por bebida em temperatura ambiente, nem quente e nem gelada. “A estomatite são lesões na mucosa da boca causadas, em geral, por vírus. Essas lesões deixam as terminações nervosas mais expostas e bebidas muito geladas ou quentes podem causar dor”, alerta a pediatra.

E você sabe qual a relação do sorvete com operação na garganta? O sorvete faz parte da recuperação da retirada das amígdalas, por exemplo. Como o local fica inflamado, inchado e dolorido, o sorvete ou o gelo são um excelente anti-inflamatório e analgésico. Eles aliviam a dor e diminuem a inflamação.

 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

MS tem a maior cobertura de vacinação contra sarampo do País
CAMPANHA

MS tem a maior cobertura de vacinação contra sarampo do País

Hemosul precisa com urgência de doadores de sangue
VEJA COMO DOAR

Hemosul precisa com urgência de doadores de sangue

Inca alerta sobre uso de dispositivos eletrônicos para fumantes
SAÚDE

Inca alerta sobre uso de dispositivos eletrônicos para fumantes

SAÚDE

Teste da Anvisa encontra agrotóxicos acima do permitido em alimentos

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião