Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

TEMPO

Véspera de feriado com possibilidade de chuva em algumas regiões de MS

Mesmo com a chuva, algumas regiões terá umidade do ar baixa
18/04/2019 07:20 - BRUNA AQUINO


 

Quinta-feira (18), véspera de feriado a previsão é de tempo parcialmente nublado a nublado com pancada de chuva isolada à tarde no noroeste e centro-norte. Nas demais áreas do estado, tempo parcialmente nublado a claro. A temperatura máxima marca máxima de 34°C.

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), em Mato Grosso do Sul predomina o sol com o tempo seco e baixa umidade do ar à tarde. O ar seco entra pelo sul, especialmente sudoeste, onde ocorrerão índices de 20% de umidade do ar. Na faixa leste o ar estará mais úmido, por conta dos ventos de leste e sudeste que trazem a umidade do oceano.

Na sexta-feira (19) e no sábado (20), o sol predomina e a baixa umidade do ar à tarde continuará próxima de 25% no sul e sudoeste do estado. O tempo seco traz risco de problemas respiratórios, especialmente em crianças e idosos. Não ocorre a deposição úmida das partículas em suspensão na atmosfera, o que aumenta a respiração de partículas; ainda o ar seco diminui a defesa nas mucosas nasais.

No domingo (21) uma frente fria vinda da Argentina e Paraguai se aproxima do estado, provocando pancadas de chuva no sudeste e sul de Mato Grosso do Sul, no final do dia. Esse sistema mudará as condições do tempo no estado a partir da próxima semana.

Na Capital do Estado, a previsão é de tempo parcialmente nublado até sábado sem possibilidade de chuva. A temperatura máxima varia entre 31°C e 32°C.

Nas cidades do interior como Dourados e Ponta Porã o tempo pode ficar parcialmente nublado a claro e os termômetros marcam máxima de 32°C.

 

 

 

 

Felpuda


Acontecimentos policiais de grande repercussão deverão refletir seriamente na jornada de uns e de outros. Os cortes nos “tentáculos do polvo” os deixaram sem respaldo para enfrentar a maratona que há tempos participam, e com sucesso. Ao mesmo tempo que ficaram sem o aconchego financeiro, afastaram-se do abraço, até então muito amigo, preocupados com o ditado popular que afirma:  “Diga-me com quem andas e eu te direi quem és”.