Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ESCÂNDALO

Vereadores são presos em sessão da Câmara de Dourados

Dupla já fora presa anteriormente em operação
30/08/2019 17:48 - RAFAEL RIBEIRO


 

Os vereadores  Cirilo Ramão (MDB) e Pedro Pepa (DEM) foram presos há pouco durante a sessão de julgamento do vereador Junior Rodrigues (PL), que acontece na tarde desta sexta-feira (30) na Câmara de Vereadores de Dourados. Ambos saíram no camburão da Polícia Civil e foram levados ao 1º Distrito Policial.

Ainda não há informações sobre o que motivou o fato. As informações são do 'Dourados News'.

Cirilo e Pepa foram presos em 5 de dezembro do ano passado dentro da Operação Cifra Negra, que investiga suposto esquema de corrupção na Câmara de Dourados.

Eles estavam afastados do mandato por ordem judicial desde o dia 12 de dezembro e conseguiram retomar o cargo no dia 13 de agosto. 

A promotora Fabrícia Barbosa Lima participou da ação e disse que uma nota será divulgada em breve pelo Ministério Público Estadual. 

JULGAMENTO

Mesmo as prisões de Pedro Pepa (DEM) e Cirilo Ramão (MDB) não impediram o prosseguimento da sessão de julgamento do vereador Junior Rodrigues (PL), acusado de crime de responsabilidade político administrativa. 

Em contato com a imprensa logo após o fato, o presidente da Casa, vereador Alan Guedes (DEM), disse que há quórum para a continuidade do ato. 

“Vamos conversar com a Mesa Diretora, com a assessoria jurídica [da Casa, sobre a prisão dos parlamentares], temos uma sessão em andamento. É uma situação nova, nunca aconteceu isso e embora tenha quórum para deliberação, vamos avaliar ainda”, contou.

Nesse momento o advogado Vander Medeiros ocupa a tribuna da Câmara para fazer a defesa de Junior e segundo Alan, é necessário respeitar o prazo da processante, que se encerra no domingo e a necessidade do parlamentar envolvido em ter seu processo julgado. 

"O vereador tem direito em ter seu processo julgado e nós temos prazo também para definir isso. Ele termina no domingo. Se não for hoje tem que ser amanhã”, relatou o presidente da Casa, complementado em seguida: “vamos conversar com a defesa”.

Caso a sessão seja adiada, mais uma vez os suplentes Marcelo Mourão (PRP) e Marinisa Mizoguchi (PSB) serão convocados novamente. 

“Vamos analisar os efeitos da situação. Na medida que os vereadores estão afastados das suas funções, como precisamos recompor o plenário, temos que convocar os suplentes”, afirmou o presidente. 

Cirilo Ramão e Pedro Pepa teriam descumprido medidas cautelares impostas pela Justiça, resultando no cumprimento de mandados de prisão contra eles. 

Felpuda


As várias e várias mensagens que vêm sendo trocadas em grupos fechados, e para poucos, são de que algumas alianças poderão acontecer, mas mediante a troca de comando em alguns órgãos importantes. Seriam entendimentos para atender siglas de matizes bem diversos que vêm tentando criar dificuldades para vender facilidades. Se as negociações forem concretizadas, tornarão os caminhos sem muitas barreiras. A conferir.