CAMPANHA

Vacinação contra a gripe será realizada nos CRSs durante o feriado

Locais ficam abertos das 6h15 às 18h15 de amanhã até domingo
17/04/2019 18:18 - GLAUCEA VACCARI


 

Salas de vacinação dos quatro Centros Regionais de Saúde (CRSs) de Campo Grande estarão abertas durante todo o feriado prolongado da Semana Santa para vacinar gestantes e crianças menores de 6 anos, público alvo da primeira etapa da Campanha de Vacinação contra a Gripe. Vacinação será realizada nestes locais a partir de amanhã (18) até o Domingo de Páscoa (21), das 6h15 às 17h45, nos CRSs Nova Bahia, Tiradentes, Coophavila II e Aero Rancho.

Para receber a dose, as pessoas que fazem parte do grupo de risco devem apresentar o Cartão Nacional de Saúde (CNS) e/ou número prontuário da rede de saúde de Campo Grande (Hygia), documento pessoal de identificação e a caderneta de vacinação, caso tenha.

A primeira fase da campanha vai até o dia 21 de abril e, a partir do dia 22, passam a também receber as doses os demais grupos que fazem parte do público-alvo, que incluem trabalhadores da saúde, povos indígenas, idosos, professores de escolas públicas e privadas, pessoas com comorbidades e outras condições clínicas especiais, jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade.

Além dos documentos exigidos para todos, os profissionais de saúde devem apresentar a carteira de conselho ou holerite; as gestantes e puérperas: cartão da gestante, laudo médico ou exames com identificação; e os indígenas: cadastro na Sesai.

GRIPE

A gripe é uma doença respiratória causada pelo vírus influenza que é transmitida através do contato com secreções das vias respiratórias, eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar e também por meio das mãos e objetos contaminados, quando entram em contato com a boca, olhos e nariz. A gripe provoca febre, dores no corpo e mal estar. Quem perceber esses sintomas deve procurar um posto de saúde.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".