Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

DESEMBOLSO

Um dos maiores gastos do Estado<br> é com previdência social

Tribunal de Contas do Estado aprovou o exercício financeiro de 2016 com ressalvas
01/06/2017 06:00 - DA REDAÇÃO


 

A previdência social é responsável pela maior parte dos gastos do governo do Estado. Pelo menos foi o que ocorreu no exercício de 2016.

A despesa com este setor totalizou R$ 2,3 bilhões, o que equivale a 19,17% do que foi desembolsado nos 12 meses do ano passado. Os números foram apresentados no parecer prévio das contas do Executivo estadual, durante votação do Tribunal de Contas do Estado (TCE). 

Apesar de conter oito ressalvas, as contas foram aprovadas por unanimidade pelos conselheiros para então serem encaminhadas à Assembleia Legislativa.  

Conforme a relatora, conselheira Marisa Serrano, durante o exercício de 2016, as receitas arrecadadas destinadas ao plano financeiro do regime próprio de segurança social do Estado alcançaram o montante de R$ 1 bilhão, valor inferior à despesa de R$ 2,3 bilhões. 

Isto evidencia o resultado previdenciário negativo na ordem de R$ 1,3 bilhão. Uma variação (para cima) de 7,24% em relação ao exercício de 2015. Até dezembro do ano passado, o MSPrev contava com 70.066 segurados, sendo 41.645 ativos, 23.736 aposentados e 4.685  pensionistas. A conselheira destacou que os números apresentam cenário preocupante.

*Leia reportagem, de Tainá Jara, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

Felpuda


Outrora afinadíssimo com o presidente Jair Bolsonaro, parlamentar sul-mato-grossense começou a ser escanteado em consequência de uma das crises políticas de grande repercussão. A figura entrou em campo e botou falação sobre o que estava ocorrendo, e isso soou que só como crítica pesada ao governo, que, como não poderia deixar de ser, não gostou nadica de nada. Há quem diga que o dito-cujo é muito levado “pelo sangue”. Então, tá!...