Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

SAÚDE

UBF da Vila Iracy Coelho é considerada modelo no País em atendimento estendido

Unidade foi escolhida como exemplo pelo Governo Federal, afirmou o ministro Luiz Henrique Mandetta
22/07/2019 12:07 - BRUNA AQUINO E NATALIA YAHN


 

O ministro da saúde Luiz Henrique Mandetta destacou que a Unidade Básica do Iracy Coelho em Campo Grande foi considerada pelo Governo Federal  exemplo em todo o país no atendimento estendido a saúde. A unidade do Iracy Coelho está entre as 12 unidades que passaram a atuar por conta própria em horário maior desde janeiro deste ano. Antes, as unidades básicas encerravam os atendimentos às 17h e agora funciona até às 19h sem horário para almoço, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde. 

De Campo Grande, Mandetta disse que a unidade escolhida leva o nome do médico Mauro Rogério de Barros Wanderley que “foi um grande professor de uma geração inteira que ensinou muitos no hospital Universitário. Essa unidade tem atendimento por conta própria, foi escolhida pelo Governo Federal para ser exemplo no país”, contou. 

Questionado sobre a  falta de regulação nos hospitais de Campo Grande, o ministro explicou que o problema vem desde 2013. “Primeiro, o gestor é o município, que tem a gestão plena, temos visto que o município tem se esforçado porque havia uma crise na saúde anunciada pelo desastre administrativo que foi entre 2013 à 2016 e dali retirou da cidade quase todos os pilares dela de sustentação, políticas que não se confirmaram, como a cirurgias eletivas por exemplo. Isso tudo pressiona a atenção especializada, temos mostrado os caminhos, esse projeto é um projeto que não adianta colocar recursos sem saber onde colocar. Ou se volta para planejamento, execução, medição e técnica, que é o que já foi feito e não precisa ensinar nada, é questão de gestão”, disse Mandetta. 

Prefeito da Capital, Marcos Trad (PSD), ressaltou que acredita o Sistema Único de Saúde (SUS) e está reforçando o investimento na atenção primária. “Estamos reforçando o teto e investindo na atenção primária, eu acredito no SUS,  é o melhor sistema sim, agora é cuidar da atenção, não vamos conseguir resolver o problema da saúde, mas vamos trabalhar para melhorar com o atendimento estendido”, disse. 

Sobre a adesão de 60 horas que o município já trabalha, Trad garante que a gestão busca alternativas na atenção básica. “Já haviamos aderido às 60 horas, somos a única Capital com extensão de horário, nós estamos cada vez mais buscando alternativas”, contou Trad.

Das unidades habilitadas para receber atendimento às  22h, prefeito frisou que é preciso ter planejamento. “Olha nós vamos fazer algumas modalidades dessa também, todavia nós temos que nos planejar, ter estrutura para que o cidadão não chegue na unidade tem a reação de ser uma propaganda enganosa”, finalizou. 

Para o Governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB) os horários estendidos vão fortalecer a saúde também nas cidades do interior. “Vai fortalecer a saúde como um todo, esses recursos vão atender outras cidades do Estado”, disse. 

CONTRAPARTIDA

Moradora há 50 anos na Vila Iracy Coelho, a aposentada Leonir Maria Alves, de 72 anos, disse que a unidade foi reformada recentemente mas não tem atendimento de qualidade. “Eu sempre usei essa unidade tenho pressão alta e diabetes, nunca tem remédio no posto, o que adianta ter uma unidade reformada, bonita, mas não tem médico, dentista e muito menos remédio que é o que eu preciso mesmo, então ficou menos do mesmo”, finalizou. 





 

Felpuda


Partido está aos poucos montando a que vem sendo chamada de “chapa do quartel”, pois os pré-candidatos são oriundos da caserna. Há quem diga que os dirigentes da legenda ainda estão querendo pegar carona no “fenômeno Bolsonaro”, esquecendo-se que o presidente, embora vindo da área militar, está na política há 30 anos e o seu programa de governo agradou 57,7 milhões de eleitores. Dizem que tchurminha será obrigada a adicionar mais ingredientes no currículo, senão...