Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CAMPO GRANDE

Trio é preso por furtar baterias de viaturas do Garras e Detran

Veículos estavam em oficina para manutenção
13/08/2019 17:44 - GLAUCEA VACCARI


Três rapazes, de 19, 20 e 21 anos foram presos e três adolescentes apreendidos por furtarem cinco baterias de veículos que estavam em uma oficina mecânica, em Campo Grande. Entre os veículos que foram furtados estão viaturas da Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Bancos, Assaltos e Sequestros (Garras) e caminhão do Departamento Estadual de Trânsito.

Flagrante aconteceu na última sexta-feira (9), em oficina localizada na Avenida Guaicurus, no Jardim Itamaracá. Em audiência de custódia realizada ontem (12), a prisão de dois suspeitos foi convertida em preventiva devido a eles terem antecedentes criminais e já terem respondido por diversos atos infracionais quando menores.

Segundo consta no auto de prisão em flagrante, Lucas Mendes de Souza Freitas, 20 anos, invadiu a oficina para furtar as baterias e foi flagrado pelo proprietário, que acionou a polícia. Suspeito já tinha cortado o chicote de bateria instalada em caminhão que estava em manutenção no local.

Aos policiais, Lucas confessou o crime e informou que em datas anteriores já tinha furtado baterias de outros veículos estacionados no local, com ajuda de comparsas, que seriam Ygor Toledo de Jesus, 21, e Mateus dos Santos Rodrigues, 19, além de  três adolescentes

Polícia foi até a casa de Ygor e Mateus, onde foram encontradas e recuperadas quatro baterias, que eles informaram terem adquirido por valor abaixo do mercado, sendo os receptadores dos produtos de furto.

Os adolescentes foram apreendidos e encaminhados à Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude (Deaij), enquanto o trio foi preso e encaminhado à 4ª Delegacia de Polícia Civil, onde foram autuados por furto qualificado, associação criminosa e corrupção de menor. 

Na audiência de custódia, apenas o rapaz de 19 anos teve a liberdade concedida, enquanto a prisão dos demais foi convertida em preventiva.

Felpuda


As definições no que se relaciona aos nomes para a disputa eleitoral vêm ocorrendo aqui e acolá. Pré-candidato que sonha comandar cidade o interior poderá deixar de ver o seu sonho realizado. É que o dito-cujo terá de enfrentar as lembranças de rumoroso caso que se tornou escândalo depois da denúncia de uma servidora. Há quem garanta que é só a campanha começar para a história ser contada capítulo por capítulo. Afe!