DEODÁPOLIS

Trio é preso depois de atear fogo em margem de rodovia

Se foram culpados, pena de detenção pode ser de seis meses a um ano
08/09/2015 10:09 - Danielle Valentim


 

Três homens foram presos pela polícia militar suspeitos de atearem fogo as margens da BR-376, próximo ao córrego das lavadeiras em Deodápolis, município a 260 quilômetros da Capital. O crime aconteceu no fim de semana.

De acordo com o site MS Cidades, a Defesa Civil foi acionada para atender a ocorrência. Vale ressaltar que a Legislação Ambiental tipifica como crime ambiental atear fogo com pena de reclusão de dois a quatro anos e multa. Se o crime é culposo, a pena é atenuada para detenção de seis meses a um ano e multa.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".