Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

divide opiniões

'Comoção popular' impede retirada
dos jacarés da Lagoa Maior

Alguns dos répteis no local já medem mais de 2 metros

27 JUN 17 - 18h:51GISELE MENDES, DE TRÊS LAGOAS

A retirada dos jacarés da Lagoa Maior de Três Lagoas, principal cartão postal da cidade, não aconteceu na manhã desta terça-feira (27) como era prevista. Isso porque a ação foi reprovada por muitas pessoas que a acompanhavam e os técnicos decidiram adiar a medida.

O trabalho, realizado por profissionais especializados da Embrapa Pantanal, iniciou-se por volta das 9h, porém pessoas que passaram pelo local questionaram a captura. A maioria dos presentes disse ser contra a retirada dos jacarés e que a prefeitura deveria tratar de outras situações na cidade.

Até as 11h os pesquisadores da Embrapa apenas observaram o local, fizeram algumas análises e resolveram adiar a retirada para horário e data não divulgados, justamente para não chamar a atenção do público.

A moradora Elbe Cristina, que acompanhava os trabalhos, disse que é contra o manejo dos jacarés porque a Lagoa Maior é o habitat natural dos animais e eles devem permanecer no local.

“O legal seria fazer uma reserva e fechar a volta da lagoa, deixando só a pista. Sou contra a retirada dos jacarés; creio que eles não fazem mal a ninguém”, disse.

O comerciante Nelson Rodrigues também não concorda com a medida. Ele disse acreditar que os jacarés são a grande atração da Lagoa Maior e que as pessoas gostam de ir ao local para vê-los.

“Eles fazem parte da família três-lagoense. Tem aquelas pessoas que querem brincar com o jacaré, mas cadê a nossa segurança e fiscalização? Deveriam ter mais fiscais para orientarem as pessoas e cuidarem das câmeras”, pontuou.

Já Gabriela Mariano é a favor da retirada dos animais, pois entende que eles oferecem riscos à população por serem animais silvestres. “Eu prefiro que eles sejam levados para um local mais adequado a acontecer um grave acidente”, destacou.

RETORNO

Por volta das 17h, pesquisadores da Embrapa voltaram à Lagoa Maior, porém, não confirmaram que a retirada dos animais será feita ainda hoje.

De acordo com Celso Yamaguti, secretário de Meio Ambiente de Três Lagoas, a equipe técnica analisa qual a melhor maneira de captura-los. “Eles são experientes e sabem o que deve ser feito. O que posso garantir é que eles serão retirados”, disse.

O secretário explicou ainda que atualmente existe uma média de 15 jacarés, sendo que quatro já medem mais de dois metros e que apenas os maiores serão retirados do local. “Seria praticamente impossível retirar todos; inicialmente, a nossa maior preocupação é com os animais maiores que transitam entre as pessoas”, explicou.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Governo envia à Assembleia Lei Orçamentária de R$ 15,8 bilhões
LOA 2020

Governo envia à Assembleia orçamento de R$ 15,8 bilhões

ENSINO SUPERIOR

Materiais online podem ajudar estudante a se preparar para Enem

Nova etapa de vacinação contra febre aftosa começa em novembro
ATENÇÃO!

Vacinação contra febre aftosa começa em novembro

Nova edição da Caravana da Saúde vai focar em cirurgias eletivas
DIVERSAS ESPECIALIDADES

Caravana da Saúde deve começar neste mês

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião