NOVA ANDRADINA

Três adolescentes são detidos com maconha, crack e dinheiro

Três adolescentes são detidos com maconha, crack e dinheiro
08/08/2015 16:24 - Danielle Valentim


 

Policiais da Força Tática da Polícia Militar de Nova Andradina apreenderam três adolescentes por tráfico de drogas entre a noite de sexta-feira (7) e madrugada de hoje (8). Com os infratores os militares apreenderam dinheiro, celulares, trouxinhas de crack e porções de maconha.

A primeira apreensão ocorreu por volta das 23h de ontem (7), na Avenida Antônio J. de Moura Andrade esquina com a Rua Espírito Santo, quando a guarnição monitorava um suposto movimento de comércio de drogas. No local, um adolescente de 17 anos foi abordado e durante revista os PMs encontraram R$ 53 e um celular. 

Próximo ao suspeito, os militares encontraram embaixo de uma pedra uma caixinha de tabaco contendo no seu interior onze trouxinhas de crack, pesando aproximadamente dois gramas da droga. 

A segunda apreensão, aconteceu na madrugada deste sábado, durante rondas de patrulhamento no mesmo endereço. Desta vez outros, dois adolescentes de 16 e 17 anos foram abordados e em uma busca pessoal foi encontrado com adolescente de 16 anos uma nota de R$10 e um invólucro contendo  21 gramas de maconha.
 
Já com a adolescente de 17 anos de idade, os militares encontraram outros 7,5 gramas de maconha. Os três adolescentes foram conduzidos juntamente com a droga e o dinheiro para a Delegacia de Polícia Civil.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".