Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

REVIVA CAMPO GRANDE

Trecho entre a 15 de Novembro e Afonso Pena é liberado na 14 de Julho

Interdição continua apenas na quadra entre Maracaju e Antônio Maria Coelho

16 ABR 19 - 18h:31GLAUCEA VACCARI

Trecho da avenida 14 de Julho, entre a rua 15 de Novembro e Avenida Afonso Pena, foi liberado para o tráfego na tarde de hoje (16). Local estava totalmente interditado para obras do Reviva Campo Grande.

De acordo com a empresa responsável pelo Reviva, a Engepar, apesar de liberado, obras continuam na quadra, com a construção de áreas de estacionamento com piso intertravado e infraestrutura necessária para garantir acessibilidade no local. 

Ainda está interditado o trecho entre a Rua Maracaju e Antônio Maria Coelho para finalização das etapas subterrâneas. 

A intervenção é feita na avenida em todo o trecho entre as avenidas Fernando Corrêa da Costa e Mato Grosso. Até agora, já foi concluída a rede de esgoto em toda a extensão, com retirada da tubulação antiga, e a parte de drenagem, que demandou trabalhou de escavação, está quase finalizada. 

Simultaneamente ao trabalho da Engepar,  companhia de Gás do Estado de Mato Grosso do Sul (MSGás) está fazendo a expansão da rede de gás natural para atender os comerciantes e moradores da região, já tendo sido executadas 80% das obras de tubulação. 

Com o encerramento das chamadas obras enterradas,  as concessionárias de água, esgoto e telefonia irão atuar na instalação de cabeamentos e afins, o que não exigirá mais interdições. Também será feita daqui para frente a retirada dos postes e fios na extensão da rua.

A revitalização da Rua 14 de Julho é a primeira etapa do projeto Reviva Centro. Do total de US$ 56 milhões (cerca de R$ 200 milhões) emprestados do BID para execução das obras , R$ 49,2 milhões serão aplicados na revitalização da Rua 14 de Julho. O prazo total para execução desta etapa é de 22 meses.

Conforme o sócio da Engepar, engenheiro Carlos Clementino Moreira Filho, embora o prazo final seja no dia 5 de março de 2020,  as obras estão dentro do cronograma e a intenção é entregá-la finalizada até novembro.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Ações voltadas à saúde indígena resultaram em 16,7 mil procedimentos
ALDEIAS

Ações voltadas à saúde indígena resultaram em 16,7 mil procedimentos

Fiéis começam a preparação <br>para Páscoa nesta quinta-feira
IGREJA CATÓLICA

Fiéis começam a preparação para Páscoa nesta quinta

Suspeito de matar professor a facada tem prisão preventiva decretada
AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA

Suspeito de matar professor tem preventiva decretada

Festival do Peixe completa 12ª edição neste fim de semana
FEIRA CENTRAL

Festival do Peixe completa 12ª edição neste fim de semana

Mais Lidas