OPORTUNIDADE

TRE prorroga prazo para inscrição <br>do processo seletivo para estagiários

São oferecidas 70 vagas para serem preenchidas no Estado
01/07/2017 10:03 - MARIANE CHIANEZI


 

Foi prorrogado o prazo para as inscrições do processo seletivo de estagiários do ensino médio do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS). São 70 vagas para serem preenchidas e agora os candidatos poderão se inscrever até a próxima sexta-feira, dia 7 de julho.  

São 22 em Campo Grande, 2 em Ponta Porã, 2 em Corumbá, 2 em Três Lagoas, 2 em Dourados e 1 vaga nos demais municípios que possuem zona eleitoral.

O estágio terá carga horária de 4 horas diárias no período vespertino, totalizando 20 horas semanais, de segunda a sexta-feira.

Será oferecida ao estagiário uma bolsa auxílio de R$ 465,39 e auxílio-transporte, independentemente de existir ou não, no município onde resida, o transporte coletivo.

COMO PARTICIPAR

Para participar do processo seletivo, o candidato deverá ter idade mínima de 16 anos na data da aceitação e estar matriculado no primeiro ou segundo ano do ensino regular ou na 1ª fase do Educação para Jovens e Adultos (EJA), em instituições de educação da rede pública estadual. 

Também estudantes há um ano ou mais do término do ensino integrado do ensino médio e os da educação profissional que ainda tenham ao menos 6 meses para término do curso, em instituições de educação da rede pública estadual. Para estudantes do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS), os matriculados no primeiro ou no segundo ano do ensino médio.

INSCRIÇÕES

As inscrições dos candidatos que residem em Campo Grande deverão ser feitas na secretaria da instituição de ensino onde estejam matriculados ou no IFMS. Já nas cidades do interior do Estado deverão ser realizadas nos Cartórios Eleitorais.

As provas serão realizadas no dia 3 de agosto, às 14 horas. Mais informações pelo telefone (67) 2107-7037 ou no Edital (clicando aqui).

 

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".